quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Estudantes de escolas públicas assistem sessão especial de cinema no Curta Canoa

A Mostra Infantil do Curta Canoa – Festival Latino-Americano de Cinema de Canoa Quebrada, realizada no Cinema Bom Vizinho, em Aracati, fez parte da programação escolar de estudantes da rede pública do município do litoral leste, nessa segunda-feira (11). Mais de 100 alunos foram levados para duas sessões de exibição de curtas-metragens selecionados pela curadoria do Instituto Marlyn Azul, uma organização sem fins lucrativos de Vitória (ES).

De acordo com Adriano Lima, idealizador e diretor do Curta Canoa, a mostra deste ano resultou de uma parceria que busca incentivar as artes e dar luz ao trabalho de formação de plateias para a produção audiovisual brasileira.
“Nos últimos anos, percebemos um esvaziamento geral nos festivais brasileiros. Por isso, neste ano, o Curta Canoa trabalhou ao lado da Faculdade Vale do Jaguaribe e da Secretaria de Educação de Aaracati, para fortalecer o elo entre a ação educativa e a ação artística, convidando os estudantes a vivenciarem uma programação diferente. Afinal, falar de formação de público é também falar de formação humana, que compõe as missões de escolas e universidades”, explica. 

Já a professora Jéssica Santos, que acompanhou os estudantes, destacou o caráter social e a oportunidade que o Festival abre para quem nunca teve acesso a uma sala de cinema. “O Curta Canoa é um festival que envolve toda a população da região, e tem o olhar especialmente voltado para crianças carentes que muitas vezes nunca tiveram essa oportunidade. Isso é maravilhoso”, disse.

O Festival Curta Canoa segue até esta terça-feira, 12, com a exibição dos filmes cearenses que disputam a mostra Bons Ventos. Também faz parte da programação o desfile da Garota e Garoto Curta Canoa. O resultado da mostra Competitiva, encerrada no último domingo (10), será divulgado na cerimônia de encerramento do evento.
Enviar

Deixe seu comentário:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.