sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Mídia cearense - Rádio Tupinambá de Sobral migra do AM para o FM



Em evento de migração de AM para FM, realizado em (6/12), mais 58 emissoras brasileiras, entre elas a Rádio Tupinambá de Sobral, assinaram o contrato no MCTIC. Este ano, 627 estações de rádios de todo o país migraram e estão prontas para operar na faixa de FM.
Das 1.781 rádios AM do Brasil, 1.332 solicitaram a mudança de faixa e em 2018 vai ser aberta uma nova oportunidade para que as outras 449 emissoras possam solicitar também a migração.
Com o desligamento do sinal analógico, os canais 5 e 6, hoje ocupados por canais de TV analógicos ( Fortaleza já desligou) estarão livres para serem destinados à FM na faixa estendida - entre 76.1MHz até 87,5MHz. Assim as capitais, que não dispõem de frequências na faixa utilizada atualmente (entre 87,7MHz até 107,9MHz0), poderão receber a migração
A dificuldade é o receptor. A maioria dos aparelhos de rádio no Brasil ainda não vem com a faixa estendida. O ministro Kassab comunicou que a partir de 2019 a indústria será obrigada a inserir a nova faixa para esta recepção. Além disso, no celular é possível a sintonia, em alguns carros importados e tb em rádios importados.
Quais as vantagens da migração? Som mais limpo, sem interferências. Além disso, poderá ser ouvida no rádio do celular, o que não acontece com o AM.

Com informações e foto  da presidente da Acert, Carme Lúcia Azulai.
Enviar

Deixe seu comentário:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.