sábado, 2 de dezembro de 2017

Seminário “Amamos e Reciclamos”, em Jericoacoara/CE, recebe palestra do Instituto Brasil Solidário sobre Educação Ambiental com casos premiados no país


“Com participação de palestrantes e nomes de referência em estudos voltados para a Política Nacional de Resíduos Sólidos PNRS, o evento será realizado nos próximos dias 7 e 8 de dezembro, em Jijoca de Jericoacoara/CE”

A cidade de Jijoca de Jericoacoara/CE, conhecida por suas belezas naturais, será sede de um evento que traz um debate muito importante para a preservação desse cenário rodeado de obras da natureza. Nos próximos dias 7 e 8 de dezembro, será realizado o Seminário “Amamos e Reciclamos”, contando com palestrantes conceituados e de referência no estudo e prática sobre a gestão de resíduos sólidos e educação ambiental no Ceará e em todo o Brasil.

A programação inclui nomes como o empreendedor social Erich Burguer, que fundou a empresa sustentável Recicleiros, além de uma mesa redonda com foco no debate sobre a Política Nacional de Resíduos Sólidos, contando com a presença da Secretária Executiva da Secretaria do Meio Ambiente do Estado do Ceará – SEMA, Maria Dias. Outro destaque será a mostra do filme Lixo Extraordinário, do artista plástico Vik Muniz, com participação do ex-catador e protagonista do documentário, Tião Santos.

Entre os convidados, o Diretor Presidente do Instituto Brasil Solidário, Luis Salvatore, estará como palestrante ministrando um painel com o tema “Educação sob a Ótica dos Resíduos Sólidos”, apresentando ações já consolidadas em escolas de várias regiões do Brasil e que contribuíram para fomentar políticas públicas com engajamento não só dos órgãos municipais, mas com participação ativa da escola e comunidade. O painel acontece logo no primeiro dia da programação, dia 7, às 15h, no auditório do NAEC - Núcleo de Arte, Educação e Cultura de Jijoca.

Com um projeto pioneiro no Brasil e que hoje, é uma referência em tecnologia social de sustentabilidade no município de Crateús, a proposta do projeto LEVE (Local de Entrega Voluntária Escolar), idealizado pelo Instituto Brasil Solidário, será uma das ações apresentadas durante a palestra, pontuando as possibilidades de fazer da escola um ponto de interação e mobilização com a comunidade por uma cidade mais limpa e sustentável. O ex-chefe de Gabinete do Município de Crateús, Wanderley Marques, também é um dos convidados para partilhar das estratégias e ações de resíduos sólidos que já foram exitosas no município, incluindo a experiência com o Projeto LEVE.

Para o Presidente do IBS, Luis Salvatore, a iniciativa traz uma grande oportunidade para se debater e compartilhar experiências que podem ser replicadas, além de possibilitar um diálogo aberto e interativo com representantes de instituições que podem disseminar e expandir as ideias fomentadas durante o evento. 

“Estamos com 17 anos de estrada, sempre levando essa mensagem de preservação do meio ambiente em todas as atividades que desenvolvemos nas escolas que contam com projetos do IBS, mas sabemos sobre a importância de se debater mais sobre o assunto, seja com a população ou com nossos representantes, mostrando sugestões que são viáveis e podem se tornar política pública fazendo a diferença no município, como o caso do Projeto LEVE, em Crateús”, ressalta Salvatore.

O case de sucesso LEVE é responsável por reciclar 100% dos resíduos da área urbana de Crateús através da colocação de coletores nas escolas. Após a implementação da proposta, que vem trazendo ótimos resultados para o município, a coleta do material depositado nos “Eco pontos escolares” passou a ser realizada pelos veículos da prefeitura, sem custos extras para o município, e está integrada à coleta municipal pela Associação Recicratiú.  A ideia proporcionou uma fonte de renda para 21 famílias de catadores de resíduos que antes moravam no lixão e hoje trabalham nos centros de coleta.

O LEVE foi implantando em 33 escolas do município e nessa capacidade coleta 30 toneladas de papel e garrafas PET por ano. 20% da renda da venda dos recicláveis é revertida em compra de material esportivo, passeios para os alunos das escolas e em trabalho de inclusão social junto aos catadores. Em 2013 a Presidência da República reconheceu a proposta como uma das 4 melhores experiências de inclusão e coleta do Brasil.

Dada a relevância das temáticas que serão abordadas durante os dois dias de evento do Seminário Amamos e Reciclamos, além dos palestrantes convidados, os debates contarão com participação da Prefeitura local, Secretarias Municipais, representantes das instituições de ensino da região, representantes da Funasa, população do município, pessoas engajadas em atividades de gestão sustentável de resíduos sólidos e membros da sociedade acadêmica de diversas regiões do país.


PDE no Ceará

Foi em reconhecimento ao trabalho desenvolvido pelo IBS na cidade de Crateús e replicado em Tamboril, por meio do Projeto LEVE, que a Secretaria das Cidades do Estado do Ceará, através do Consórcio Municipal para Aterro de Resíduos Sólidos (Comares) – Unidade Cascavel, firmou parceria com o Instituto Brasil Solidário, para desenvolver as atividades do Programa de Desenvolvimento da Educação – PDE, nas escolas da rede pública dos municípios de Beberibe, Pindoretama e Cascavel, que vem sendo realizadas desde o início deste ano, com ações de educação ambiental em eixos da arte, cultura, incentivo à leitura, saúde, todos com reutilização e reaproveitamento de materiais recicláveis em vários ambientes da escola.

O Programa de Desenvolvimento da Educação (PDE) é uma realização do Instituto Brasil Solidário, em parceria com empresas e fundações privadas como: Echoenergia, Instituto Samuel Klein, Palmeirinha Ação Social, Machado Meyer Advogados, Tecnisa, OverSeas e Bank of América Merrill Lynch, além do apoio das Prefeituras Municipais dos Municípios de Cascavel, Beberibe e Pindoretama e o Governo do Estado do Ceará – Secretaria das Cidades (Consórcio COMARES). Atualmente, temos apoio de grandes referências em segmentos importantes para o desenvolvimento social como a Rede de Ação Política pela Sustentabilidade – RAPS, a Comunidade Educativa – CEDAC e a Social Brasilis, de Fortaleza, além do reconhecimento da Rede Folha – Schwab Foundation for Social Entrepreneurship, entre outros.


Sobre Luis Salvatore

Diretor Presidente do Instituto Brasil Solidário, formado em Direito pela Universidade Mackenzie de São Paulo, graduado em fotografia junto a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Mackenzie e Foto Cine Clube Bandeirante de São Paulo. Autor dos livros “O Brasil na Visão do Brasileiro” e “Caminhos de um Brasil Solidário”/Editora Melhoramentos e ganhador de prêmios como Empreendedor Socioambiental Folha/Schwab 2015; 2010/2011 – Prêmio Jovem Brasileiro e 2007 – JCI TOYP – Premiação Mundial para Jovens Empreendedores de Destaque; Prêmio da JCI (Junior Chamber International) por liderança humanitária e voluntariado. Palestrante anual do Fórum Internacional de Resíduos Sólidos (FIRS), empreendedor social da Rede de Ação Política pela Sustentabilidade (RAPS), coordena, desde 2001, oficinas e práticas de educação ambiental, educomunicação, incentivo à leitura, artes e economia criativa, com ênfase em ideias para inclusão social por meio da reciclagem, programas de coleta seletiva através de escolas públicas e impacto em políticas públicas, sendo que, em 2013, participou do processo que elevou Crateús, no Ceará, como um dos projetos reconhecidos pelo Prêmio pró Catador, com idealização da proposta LEVE – Local de Entrega Voluntária Escolar. 


SERVIÇO

Seminário Amamos e Reciclamos – Jijoca de Jericoacoara/CE

Palestra “Educação sob a Ótica dos Resíduos Sólidos”

Data: 07 de dezembro
Horário: 15h
Local: NAEC - Núcleo de Arte, Educação e Cultura de Jijoca
(R. Ver. Edvá Esmerino, s/n)

Entrada gratuita.
Enviar

Deixe seu comentário:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.