sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Sesc regulariza nome social de aluna trans nos documentos internos da escola

Sobre o caso da aluna da Escola Educar Sesc de Ensino Fundamental, Fortaleza, o Sesc Ceará torna público que:
- Desde Agosto de 2017 a escola vem acompanhando junto com a família o processo de transição e tomando as medidas para que Lara permaneça com o mesmo ambiente acolhedor de sempre;

- No dia 21/11/2017 uma falha pontual interna gerou mal estar e provocou manifestação da família da aluna Lara nas redes sociais e imprensa;

- Em menos de 24 horas, a instituição reconheceu, procurou pessoalmente a família e a menina Lara, pediu sinceras desculpas e assegurou que a matrícula para 2018 estava garantida;

- O Sesc realizou uma força-tarefa operacional para garantir que toda a documentação da aluna estivesse com o nome social;

- A instituição comunicou à família que o envelope de matrícula, com toda a documentação da aluna, encontra-se à disposição, desde 23/11/2017 (imagens em anexo);

- Foi confirmada a solicitação da carteira com foto e o nome social da aluna e a mesma já se encontra na escola;

- Atualização de sistema escolar: Inserção do nome social na lista de frequência, informativos internos, boletim, envelope de matrícula 2018, boletos de pagamento e carteira Sesc;

Reafirmando o compromisso com o respeito à diversidade, à igualdade e à dignidade da pessoa humana, o Sesc articulará encontros com organismos sociais para refletir sobre as demandas e as ações de inclusão no ambiente escolar.


  #EducarSescdeTodos
Sesc tem diversos programas e projetos que atuam para a inclusão e são referências no país. As Escolas Educar Sesc, desde 1976 atua na educação do nosso estado, é grande exemplo desse valor.
O modelo de educação das Escolas Educar Sesc é voltado para vida, e tem como norteador a teoria sóciointeracionista, proposta por Vigotsky na qual a concepção de sujeito que nasce desta teoria é daquele que constrói o seu conhecimento através da interação social, ao longo de um processo histórico, cultural e social mediado pela interação com o outro. Portanto, o conteúdo pedagógico é pautado pelo respeito às individualidades e às diferenças do Ser Humano e toda sua complexidade.
As Escolas Educar Sesc de todo o Ceará oferecem ensino Infantil e Fundamental, educação completar, Educação de Jovens e Adultos (EJA), Cursos de Valorização Social, Educação em Ciências e Humanidade, entre tantas outras iniciativas. São cerca de 25 projetos e ações educacionais, voltados para a integração social e o desenvolvimento da cidadania dos alunos.
De 2001 a 2017 foram mais de 235.858 mil alunos matriculados nas seis escolas distribuídas no Ceará. Só em 2017, são 13.070 mil alunos matriculados. Além disso, atualmente as Escolas Educar Sesc têm 185 alunos com Necessidades Educacionais Especiais (NEE), uma média de mais de 30 alunos acolhidos por escola.
Nossos alunos são incentivados a contextualizar os conteúdos acadêmicos ao meio social em que vivem tornando-se um sujeito ativo no contexto social, fazendo com que seus valores sejam respeitados. E nessa construção educacional, a família tem papel fundamental.
Neste contexto, o Sesc Ceará continua e continuará atuando para a consolidação de uma sociedade mais justa e igual para todos.
Enviar

Deixe seu comentário:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.