segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

Grupos e companhias de teatro e dança realizam curta-temporada especial para férias no Dragão

Os  Espetáculos ''233 A, 720 Khalos'' de Valéria Pinheiro e  “Nossos Mortos” do Teatro Máquina são alguns destaques da programação

Em continuidade ao ciclo programático Férias no Dragão – O melhor verão da sua vida, realizado pelo Governo do Estado do Ceará, através da Secretaria da Cultura e do Instituto Dragão do Mar e apoio da Prefeitura de Fortaleza, o Teatro Dragão do Mar recebe a partir do dia 11 de janeiro a temporada de artes cênicas, iniciando com o espetáculo de música e dança “Cearábia”. Uma criação da bailarina Lenna Beauty e do produtor Yury Kalil. A primeira versão da obra foi lançada em 2012 e contava apenas com a Lenna em cena, após um processo de formação criativa que se desenvolveu em 2017, com um coletivo de mulheres artistas, Cearábia está com novo formato, agora formado por 20 bailarinas e 180 figurinos que realizam 9 atos. A apresentação tem música ao vivo e trilha sonora original que mistura influência, desde o antigo oriente, até os sertões nordestinos. O espetáculo fica em cartaz até o dia 14 de janeiro.

De 18 a 21 de janeiro, entra em cena a Cia. Vata apresentando o espetáculo de dança solo “233 A, 720 Khalos”, da bailarina e coreógrafa Valéria Pinheiro. O trabalho é resultado de uma pesquisa iniciada no Laboratório em Dança do Porto Iracema das Artes, com direção geral de Andréa Bardawil. Inspirado na força da pintora mexicana Frida Khalo, a obra discute a resiliência do corpo feminino e consolida uma trajetória de 17 anos de Valéria Pinheiro na dança do Ceará.

Encerrando o mês, de 23 a 28 de janeiro, a Cia Palmas apresenta “Dom Quixote– Heróis Guerreiros”, uma adaptação de Dom Quixote ao mundo mítico do Nordeste, interpretado por Ricardo Guilherme. Esta releitura fantástica apresenta a este Dom Quixote um mergulho pelo universo do sincretismo religioso. A Cia Palmas também apresenta nos dias 27 e 28 de janeiro o musical infantil “A menina dos cabelos de capim”, um espetáculo baseado no livro do dramaturgo Ricardo Guilherme que conta a história de uma jovem que era maltratada por uma cruel madrasta sempre que seu pai saia de casa. Um dia, ela foi enterrada viva em um capinzal até que seu canto triste é ouvido por um jardineiro. As apresentações começam às 17 horas.

Já em fevereiro, nos dias 1o e 2;  o Teatro Dragão do Mar recebe o espetáculo “Sólito”, da Scenogramas Cia Cênica, que aborda os modos de produção para fazer arte. O espetáculo fez parte da Temporada de Arte Cearense (TAC) e tem a direção de Caroline Holanda. Nos dias 3 e 4 de Fevereiro o Teatro Máquina apresenta “Nossos Mortos”, ainda em processo de acabamento, essa montagem foi elaborada no Laboratório de Pesquisa Teatral da Escola Porto Iracema das Artes e aborda a questão do ritual de sepultamento, misturando mitos com fatos históricos.



Serviço:

CEARÁBIA com Lenna Beauty e Yuri Kalil.
Classificação etária: Livre
De 11 a 14 de janeiro às 20h
Ingressos: R$40,00 (inteira) e R$20,00 ( meia)

- 233 -A, 720 Kahlos com a CIA VATA da Valéria Pinheiro
Classificação etária: 12 anos
De 19 a 21 de janeiro às 20 e 21h no Teatro Dragão do Mar
ingressos:  R$20,00 (inteira) e R$10,00 ( meia

Dom Quixote– Heróis Guerreiros  com a Cia Palmas      
Classificação etária: Livre
De 23 a 28 de janeiro às 20h
Ingressos: R$20,00 (inteira) e R$10,00 ( meia)

A Menina dos cabelos de capim com a Cia Palmas      
Classificação etária: Livre
Dias 27 e 28 de janeiro  às 17h
Ingressos: R$20,00 (inteira) e R$10,00 ( meia)


Sólito da Scenogramas Cia Cênica
Classificação etária: 12 anos
Dias 1 e 2 de fevereiro
Ingressos:R$6,00 (inteira) e R$3,00 ( meia)


Nossos Mortos do Teatro Máquina
Classificação etária: 14 anos
Dias 3 e 4 de fevereiro
Entrada gratuita
Enviar

Deixe seu comentário:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.