Conselhos das profissões de saúde no Ceará realizam ato público contra expansão da graduação da área em EAD


Os Conselhos profissionais da área de saúde no Ceará lançam nesta terça-feira (26/09) um alerta sobre a expansão da graduação em saúde na modalidade EAD, durante uma manhã de serviços gratuitos no Mercado São Sebastião, Centro de Fortaleza. Na ocasião, a população também terá acesso a diversos serviços, como aferição de pressão arterial, teste de glicemia e uso racional de medicamentos.

Farmacêuticos, enfermeiros, terapeutas ocupacionais e fisioterapeutas vão dialogar com a sociedade quantos aos riscos de uma graduação na saúde sem práticas laboratoriais ou em unidades fixas ou móveis - tais como postos de unidades de atenção primária e hospitais de todos os níveis de complexidade, por exemplo - que a modalidade de ensino a distância não contempla na formação profissional.

O alerta é voltado para toda a sociedade, desde os usuários do Sistema Único de Saúde aos clientes de planos de saúde e da rede privada de atenção à saúde. 

O ato público ocorre em meio à expansão rápida e impensada da formação EAD na área de saúde. Só em junho de 2017, o Ministério da Educação autorizou a criação de 435 mil novas vagas na modalidade. Na área de Farmácia, por exemplo, foram autorizadas mais de 19 mil vagas.

COMISSÃO DE ENFRENTAMENTO AO EAD NA SAÚDE - O ato público contra a expansão da formação em saúde na modalidade EAD é uma das primeiras ações de uma comissão de enfretamento aos cursos de graduação na modalidade, que surgiu após iniciativa do Conselho Regional de Farmácia do Ceará e articulada por outros conselhos profissionais da área de saúde, apoiados pela Comissão de Saúde da OAB-CE,  Associação Brasileira de Ensino Farmacêutico (ABEF) e Conselho Nacional de Saúde. Além do CRFCE, a comissão reúne Conselho Regional de Enfermagem do Ceará (COREN-CE) e Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da Sexta Região do Ceará (CREFITO).

Outras ações do grupo devem ser realizadas ainda este semestre, como debate no Conselho Municipal de Saúde de Fortaleza (CMSF) e Conselho Estadual de Saúde do Ceará (CESAU-CE), além de audiências públicas na Assembleia Legislativa do Ceará e na Câmara de Vereadores de Fortaleza.

:: Alerta contra a expansão da formação em saúde na modalidade EAD 

Local: Mercado São Sebastião (Rua Clarindo de Queiroz, 1745, Fortaleza)                     

Data: 26 de setembro de 2017


Horário:  8h às 12h
Tecnologia do Blogger.