Justiça Federal no Ceará é primeira instituição judiciária a inaugurar usina solar no País




A inauguração ocorreu durante a solenidade em comemoração ao Jubileu de Ouro
A Justiça Federal no Ceará (JFCE) inaugurou a primeira usina solar fotovoltaica instalada em uma instituição judiciária, no País. O anúncio ocorreu durante a solenidade em comemoração aos 50 anos de sua reinstalação, realizada nessa segunda-feira (13/11). O equipamento gerará, aproximadamente, 19.500 kWh/mês de energia limpa por mês, o equivalente a 100% do consumo das Subseções Judiciárias de Limoeiro do Norte, Quixadá e Tauá.
“Hoje, isso que há um ano e meio era um sonho, torna-se realidade. Por ocasião dos 50 anos, a Justiça Federal no Ceará, além de todo esse passado, de bons juízes que deu à sociedade cearense, dá hoje, como presente, o primeiro fórum com energia solar do Brasil”, celebrou o juiz federal diretor do Foro, Bruno Carrá.
A usina permitirá a economia de R$ 7,8 milhões aos cofres públicos, nos próximos 25 anos, e promoverá o fim da emissão de 20 mil kg de carbono por ano ao meio ambiente, além de economizar 789.043.800 litros de água anualmente. As instalações foram iniciadas no final de setembro e concluídas em um mês.
De acordo com o estudo “Logística de Energia 2015 - Redes e Fluxos do Território”, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Estado do Ceará responde sozinho por 67,24% do total da potência solar outorgada no Brasil. 
A JFCE pretende ampliar o sistema para as outras Subseções e ainda exportar a geração de energia limpa, com vistas a atender a 100% do consumo de todas as unidades na capital e no interior.

Nenhum comentário:

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.

Tecnologia do Blogger.