Participantes do Corredores Digitais iniciam atividades na última etapa da primeira fase do programa


Os selecionados do Programa participam da “1ª Mentoria Coletiva Modelagem e Validação da Proposta de Valor”

Na última etapa da primeira fase do Programa Corredores Digitais acontece a 1ª Mentoria Coletiva com o tema “Modelagem e Validação da Proposta de Valor”, última atividade desta fase, onde os jovens empreendedores irão testar recursos, atividades e custos. É também uma oportunidade dos participantes aprimorarem seus modelos de negócios já testados até o momento.

As mentorias darão suporte para todos os projetos que se distribuem nas áreas de saúde; tecnologia assistiva; construção; tecnologia da informação e comunicação; meio ambiente; energia; água; indústria agroalimentar; economia criativa; produtos de consumo (confecções); eletrometalmecânico; logística; biotecnologia e turismo. Neste momento, os estudantes irão discutir sobre seus projetos com especialistas de cada área, no intuito de criar proposta de valor para cada modelo de negócio.

O encontro da área de tecnologia assistiva será no dia 15 de dezembro, das 9h às 16h, na CriarCE - FabLab  - Universidade do Trabalho Digital (UTD), na Rua Major Facundo, 500 - Centro, 10 Andar. O mentor é o Diretor Executivo da AED Tecnologia Acessíveis, graduado em Gestão de Pequenas e Médias Empresas pela Universidade Metodista de São Paulo, Heyde Leão. Já no dia 18 de dezembro, das 9h às 16h acontece o encontro destinado aos projetos da área de saúde, no ICC Biolabs na Rua Desembargador Garcia, S/N Rodolfo Teófilo Prédio Anexo, 5° Andar. A mentoria será coordenada pelo Doutor em Biotecnologia, Diretor de Negócios da empresa Taquion - Inovação, co-fundador ICC Biolabs, Eduardo Tavares.

Os mentores atuam propondo ideias e levantando questionamentos com o objetivo de ajudar os grupos de participantes a refletirem sobre o seu modelo de negócio e suas estratégias. A participação dos times na sessão de mentoria é obrigatória. O encerramento da primeira fase será dia 22 de dezembro e a segunda fase inicia no dia 12 de janeiro de 2018.
O trabalho com os selecionados, iniciou com um BootCamp realizado dentro da Feira do Conhecimento em outubro deste ano. Durante o evento os jovens definiram seus



modelos de negócios, em seguida desenvolveram comportamento empreendedor, testaram proposta de valor, clientes, canais, criação de demanda, modelo de receita, parcerias.
Sobre O Corredores Digitais

O Corredores Digitais é um programa de aceleração de ideias ou projetos (científicos ou tecnológicos) em modelos de negócios inovadores, realizado pela Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior do Estado do Ceará (SECITECE), em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE).

Com o objetivo de fomentar o empreendedorismo, principalmente no interior do Estado, o programa Corredores Digitais vem contemplando jovens empreendedores de todas as regiões do Ceará com destaque para as cidades de Fortaleza (30 projetos), Quixadá (16 projetos), Juazeiro do Norte (13 projetos), Sobral (12 projetos), Amontada (11 projetos) e Tianguá (10 projetos). Ao todo são 100 projetos nas áreas da tecnologia, saúde, energia, meio ambiente, entre outros, formados por equipes de quatro integrantes.

Além da capacitação empreendedora ao longo do programa, os jovens participam de sessões de feedback, eventos semanais nos polos do programa, onde os times apresentam tarefas concluídas para uma banca de mentores e recebe deles, orientações para melhorar o desempenho.  Faz parte também, encontros de mentorias personalizadas, que consistem em consultorias quinzenais focadas em criação de startups e competências empreendedoras. A segunda fase trará um bootcamp regional  e a terceira, um demoday, ambos em Fortaleza.

Nenhum comentário:

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.

Tecnologia do Blogger.