Clássicos de Astor Piazzolla na Caixa Cultural Fortaleza

Elena Roger e o grupo Escaladrum, liderado pelo baterista Daniel “Pipi” Piazzolla, neto do consagrado compositor argentino, apresentam o aclamado espetáculo “3001 Proyecto Piazzolla”

 A CAIXA Cultural Fortaleza recebe, de 18 a 21 de janeiro de 2018, toda a potência e vitalidade da música portenha na esteira do “3001 Proyecto Piazzolla”, show que alia a força expressiva da cantora Elena Roger com o talento e a sólida formação profissional do grupo de jazz argentino Escalandrum. Liderado por Daniel “Pipi” Piazzolla, neto de Astor Piazzola, um dos mais conhecidos e conceituados compositores e bandeonistas argentinos de todos os tempos, o Escalandrum faz surpreendentes releituras dos grandes clássicos do artista, em uma verdadeira combinação de tango, jazz e música instrumental.

A ideia de Elena Roger se reunir ao grupo Escalandrum nasceu em 2012, em Nova York, quando ela, que se encontrava na cidade para a temporada do musical “Evita”, na Broadway, foi assistir ao show do grupo argentino no mítico Birdland. No ar, ficou a vontade de compartilhar projetos que, em 2016, começaram a se concretizar, até chegar ao que hoje se chama “3001 Proyecto Piazzolla”.

Aclamado pelo público, o projeto já passou por diversas cidades do Brasil, como Goiânia, Brasília, Rio Claro, Sorocaba e São Paulo, sempre com críticas positivas, tanto ao espetáculo em si à ideia de difundir ainda mais o legado de Astor Piazzolla. Conforme afirma o jornalista Sérgio Martins, da revista Veja, 3001: Proyecto Piazzolla não é apenas um tributo, uma vez que a ideia do show é transformar e apresentar este grande artista “para as novas gerações de instrumentistas e cantores”. No repertório, por exemplo, músicas como Balada para un loco, Los pájaros perdidos, Balada para mi muerte, Chiquilín de Bachín, La bicicleta blanca, Vuelvo al sur, entre outras, prometem emocionar os antigos e novos fãs do “pai do tango moderno”.

Além disso, o jornalista faz questão de ressaltar a potência artística do sexteto Escaladrum e o talento de Elena Roger, “que se encontra num dos melhores momentos de sua carreira”.   

Oficina de Jazz com Daniel “Pipi” Piazzolla
Os amantes da boa música também vão ter a oportunidade de participar da “Oficina de Jazz Contemporâneo e Improvisação”, com Daniel "Pipi" Piazzolla, que acontece no dia 19/01, das 16h às 17h, no Teatro da CAIXA Cultural Fortaleza.  O encontro pretende abordar o Jazz Contemporâneo em todas as formas possíveis de interagir e improvisar. O músico vai falar sobre técnica, estilos e conceitos, como equilíbrio e balanço, improvisação, polirritmia, dinâmicas e métricas irregulares. A oficina é aberta ao público, sem inscrição, obedecendo a capacidade limitada ao espaço do teatro (160 lugares).

Escalandrum
Com quase 20 anos de trajetória, o grupo Escalandrum já levou sua proposta artística para mais de 40 países na Europa, Ásia e nas Américas. Tem dez discos e participação em festivais de jazz no mundo todo. Entre outros importantes prêmios argentinos, recebeu o Prêmio “Konex de Platino”, como Melhor Grupo de Jazz da década 2005-2015, e um “Gardel de Ouro” no ano 2012, pela trajetória. Compartilharam palco com artistas internacionais, como Dave Holland, Ute Lemper, Buika, Julieta Venegas, entre outros. Em 2011, Escalandrum apresentou seu disco “Piazzolla plays Piazzolla”, pelo qual recebeu nomeação no Latin Grammy Awards na categoria “Melhor Álbum Instrumental”.    

Elena Roger
Elena Roger, reconhecida e premiada tanto na Argentina como no exterior, protagonizou obras emblemáticas da comédia musical em Londres, Madri, Broadway e Buenos Aires. “Evita”, “Piaf” e “Passion” são alguns de seus musicais de maior temporada e, portanto, mais reconhecidos pelo público e pela imprensa. O Prêmio “Olivier” veio com as três obras que protagonizou no Reino Unido, com destaque para o espetáculo “Piaf”, que emocionou o público inglês. É a única argentina que já recebeu tal prêmio até o momento. Em 2011, conquistou ainda o Premio “Konex”, de “Melhor Atriz de Comédia Musical da Década”, na Argentina. Tem três discos editados como cantora independente.

Astor Piazzolla
Considerado o compositor de tango mais importante da segunda metade do século XX, Astor Piazzolla ousou fazer inovações no gênero, sobretudo quanto ao ritmo, ao timbre e à harmonia, incorporando fortemente a influência do jazz em sua música, estabelecendo assim uma nova linguagem, aplaudida e seguida até hoje. Deixou uma vasta discografia, tendo gravado inclusive com o compositor brasileiro Antônio Carlos Jobim, entre outros virtuoses. Entre seus mais destacados parceiros na Argentina estão a cantora Amelita Baltar e o poeta Horácio Ferrer, além do escritor Jorge Luís Borges. Algumas de suas composições mais famosas são "Libertango" e "Adiós Nonino".

Serviço:
Música: 3001 Proyecto Piazzolla com Escalandrum e Elena Roger
Local: CAIXA Cultural Fortaleza
Data: 18 a 21 de janeiro de 2018
Horários: Quinta a sábado, às 20h, e domingo, às 19h Duração: 1h30
Classificação indicativa:Livre
Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)
Vendas a partir do dia 17/01, das 10h às 20h, na bilheteria do local 
Acesso para pessoas com deficiência e assentos especiais
Serviço de manobrista gratuito no local 
Paraciclo disponível no pátio interno

Oficina de Jazz com Daniel “Pipi” Piazzolla
Data: 19 de janeiro de 2018
Horário: 16h às 17h
Público-alvo: instrumentistas e amantes da música
Oficina aberta ao público, sem inscrição, obedecendo a capacidade limitada ao espaço do teatro (160 lugares) 

Informações gerais | Bilheteria da CAIXA Cultural Fortaleza: 

(85) 3453-2770

Nenhum comentário:

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.

Tecnologia do Blogger.