BNB anuncia R$ 30 bilhões para FNE e R$ 700 milhões para FIES em 2018

O Banco do Nordeste fechou 2017 com recorde de aplicação de crédito, alcançando a marca de R$ 26,4 bilhões contratados, sendo R$ 15,97 bilhões somente através do Fundo Constitucional de Desenvolvimento do Nordeste (FNE), 42% superior ao montante registrado em 2016. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (22), durante a apresentação do balanço anual da instituição, que obteve lucro operacional de R$ 1,1 bilhão, valor 160% superior ao registrado em 2016.

Segundo o presidente do BNB, Romildo Carneiro Rolim, uma das metas da instituição para 2018 é aplicar a totalidade do orçamento do FNE para este ano, que é de R$ 30 bilhões. Ainda segundo o presidente, a maior parte desse valor deverá ser investida em empreendimentos na agroindustria e em projetos ligados à geração de energia. No entanto, é esperado um aumento vertiginoso em projetos de infraestrutura.

Ainda segundo Romildo, outra expectativa da instituição para 2018 é reduzir a percentagem de inadimplência e dar sequência a programas de renegociação de dívidas promovidos em 2017, quando foram recuperados R$ 8 bilhões. O BNB também espera ampliar a quantidade de operações de créditos com a baixa nos juros praticados.

Microcréditos
Em 2017, o BNB aplicou R$ 2,32 bilhões em operações por meio do Agroamigo, programa pioneiro de microfinança rural. Já o Crediamigo desembolsou, no mesmo período, R$ 8,05 bilhões, em 4 milhões de operações, contanto, atualmente, com 2 milhões de clientes com empréstimos ativos. Micro e pequenas empresas – com faturamento bruto de até R$ 3,6 bilhões anual – contrataram R$ 2,6 bilhões junto ao BNB em 2017.

R$ 700 milhões para FIES
Romildo Carneiro anunciou ainda que o BNB destinará R$ 700 milhões para contratação de créditos ligados ao Programa de de Financiamento Estudantil (FIES) em 2018. As inscrições para a linha de crédito no banco ainda estão abertas a interessados.

FNE 2017
Em 2017, dos R$ 15,97 bilhões investidos através do FNE, R$ 12, 32 bilhões foram destinados a empreendimentos dos setores rural, industrial, agroindustrial, turismo e comércio e serviços. Outros R$ 3,65 bilhões foram aplicados a projetos de infraestrutura.

Fonte: Ceará News

Nenhum comentário:

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.

Tecnologia do Blogger.