Incêndio nos Correios: Procon de Fortaleza quer saber como empresa vai ressarcir consumidores

O Procon Fortaleza notificou os Correios a esclarecer quais medidas serão adotadas para ressarcir os consumidores que tiveram itens destruídos no incêndio do Centro de Triagem de Cartas e Encomendas na última terça-feira.

O processo administrativo instaurado pelo órgão, que é vinculado à prefeitura da capital, determina que os Correios prestem essas informações dentro de setenta e duas horas, a contar da quinta-feira, quando a notificação foi encaminhada.

Segundo a diretora do Procon Fortaleza, Cláudia Santos, o Código de Defesa do Consumidor diz que a empresa responde pelos danos causados ao consumidor por conta das falhas na prestação do serviço, independentemente da existência de culpa.

No caso dos Correios, ela defende que os clientes devem ser ressarcidos mesmo antes do resultado da perícia no local do incêndio.

Em nota divulgada na última quarta-feira, os Correios informaram que a avaliação de eventuais indenizações depende da realização das perícias técnicas.

A diretora orienta que as pessoas que desejem registrar denúncia sobre o fato liguem para a central do Procon Fortaleza no número 151, acessem o canal no site da Prefeitura de Fortaleza ou se dirijam a um dos núcleos do serviço na cidade.

Em nota, os Correios confirmam o recebimento da notificação. A empresa também orienta os remetentes que possuem encomendas encaminhadas ao centro de triagem, cujos prazos de entrega estejam vencidos, a registrar manifestação pelos canais de atendimento da empresa.

Já para os destinatários de encomendas nessa situação, a orientação é entrar em contato com a loja onde a compra foi realizada.

Fonte: Agência Brasil

Nenhum comentário:

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.

Tecnologia do Blogger.