terça-feira, 27 de março de 2018

60 anos do São Luiz: público lota o Cineteatro para aplaudir Orquestra da UECE


O aniversário do Cineteatro São Luiz, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), foi marcado por muitos aplausos à  Orquestra Sinfônica da Universidade Estadual do Ceará (OSUECE), na noite desta segunda-feira, 26/3. O público lotou o Cineteatro, que está completando 60 anos, para aplaudir temas de filmes clássicos do cinema como Indiana Jones, E.T. - O Extraterrestre, A Missão e a saga de Guerra nas Estrelas. Pela manhã e tarde, o São Luiz também contou com uma programação especial, com concerto do pianista Felipe Adjafre e exibição do filme "Anastácia, a princesa esquecida" (1956), o primeiro a ser exibido na tela do cinema localizado no Centro de Fortaleza. Toda a programação realizada com entrada franca. 


Cinema na rua, cinema de rua, cinema de praça: templo da imagem. Lugar que tem muita história para contar e outras tantas para viver. Reaberto em maio de 2015 pelo Governo do Estado do Ceará, o Cineteatro São Luiz se tornou capaz de abrigar espetáculos de todas as linguagens e chega aos 60 anos, em março de 2018, sendo uma travessia temporal cravado no coração da cidade de Fortaleza, em plena Praça do Ferreira - local multifacetado, efervescente, plural e imprevisível, que revela muito do que somos como povo. Para celebrar a data, uma programação especial ocorrerá durante todo ano, com abertura oficial no dia 2/3/2018.

Espaço de grande valor simbólico, patrimonial e afetivo para a população cearense, o equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) trabalha com a democratização do acesso, fruição cultural, formação de públicos, valorização e divulgação da produção artística local, intercâmbios artísticos e promoção de políticas inclusivas, educativas, patrimoniais e sociais. Essas são apenas algumas das múltiplas possibilidades que o equipamento assumiu no sentido de dar “concretude” a uma política de cultura.

A casa possui 1.050 lugares (o equivalente a 7 ônibus sanfonados ou a 2 aviões boeing 747), e recebe de terça a sábado um público completamente diverso, de crianças à idosos, de moradores de rua à artistas internacionais.

Mais programação nesta terça, 27/3

A programação continua neste dia 27 de março, terça-feira, também com entrada gratuita para todas as atividades, e dando destaque para as linguagens “teatro” e “circo”. Afinal, dia 27 é o Dia Nacional do Circo e Dia Mundial do Teatro.

Às 9h e às 14h30 será realizada a apresentação “Criaturas de papel”, do Grupo “Bricoleiros - Teatro de Bonecos” inaugurando a nova faixa de programação do equipamento: “Escola no Teatro”. Às 12h30 o projeto Curta São Luiz traz “Hoje tem espetáculo? Tem sim, Senhor!!!”, com o Palhaço Pimenta, acrobatas, malabaristas, monociclistas e magia.

A linguagem da dança também é representada com a Cia. Dita e o espetáculo “Mulata”, às 18h, no Hall de entrada do Cineteatro (Foyer). O trabalho, construído em 2014, marca o ano de comemorações dos 50 anos da bailarina cearense Wilemara Barros e ganha narrativa com corpo e voz da artista que esmiúça sua trajetória de 44 anos de dança. Mulata é sobre a delicadeza das percepções menos visíveis.

História

Erguido no local onde funcionara o Cine Polytheama, o São Luiz teve suas obras iniciadas em 1938, quando da demolição do cinema anterior. A inauguração, porém, só seria realizada 20 anos depois, em 1958. O prédio em obras na Praça do Ferreira alimentava a ansiedade pelo início das atividades do São Luiz, a grande obra de Luiz Severiano Ribeiro, idealizador e construtor. O São Luiz já chamava atenção como um dos mais luxuosos cinemas do Brasil, com um hall de entrada em mármore, três lustres de cristal checos, escadarias, carpetes e pinturas imponentes. Durante décadas, o São Luiz foi um dos principais espaços de entretenimento, de cultura e de lazer de Fortaleza, abrigando, ao longo de sua história, gerações distintas que frequentavam suas exibições cinematográficas com grande presença.

Em 1991 o Cine São Luiz foi tombado como patrimônio histórico e cultural pelo Governo do Estado do Ceará. Em outubro de 2007, o São Luiz foi arrendado à Federação do Comércio do Estado do Ceará, passando a funcionar como Cine São Luiz - Centro Cultural Sesc Luiz Severiano Ribeiro. Em 2011, o prédio do Cine São Luiz foi adquirido pelo Governo do Estado do Ceará, passando por restauração e modernização de seus equipamentos, sendo reinaugurado em 2014 e definitivamente reaberto em 2015, voltando à cena cultural como um Cineteatro popular, acessível e de valorização da produção artística e cultural cearense e do Brasil.

Público total do Cineteatro São Luiz

Desde a sua reabertura diária pela Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, o Cineteatro São Luiz alcançou a marca de 445 mil espectadores em todas as linguagens. 260 mil espectadores apenas na linguagem cinema (nesse período foram lançados, exibidos e reexibidos centenas de filmes de curta, média e longa duração de mais de 40 países, com os filmes brasileiros ocupando 43% da grade da programação, com destaque para as obras cearenses).

No último ano (2017), o equipamento recebeu 184.377 espectadores em todas as linguagens. 108.544 na linguagem cinema, sendo 231 espectadores a média de público por sessão - público 11,5 vezes maior do que a média nacional segunda dados da Agência Nacional do Cinema (Ancine).  

0 comentários:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.