Inscrições abertas para curso de Certificação Fitossanitária de Origem (CFO)


Estão abertas as inscrições para o curso de habilitação de responsáveis técnicos para Certificação Fitossanitária de Origem (CFO) e Certificação Fitossanitária de Origem Consolidado (CFOC). O  curso será realizado no período de 21 a 24 de maio de 2018, no auditório da Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA), localizada na Av. Bezerra de Menezes, 1820 - São Gerardo, Fortaleza – CE.

Essa certificação é exigência do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), regulamentada pela Instrução Normativa 33, de 24 de agosto de 2016, que aprova a Norma Técnica para a utilização do Certificado Fitossanitário de Origem - CFO e do Certificado Fitossanitário de Origem Consolidado – CFOC no País.

O objetivo é  habilitar engenheiros agrônomos para emissão de Certificado Fitossanitário de Origem (CFO) e Certificado Fitossanitário de Origem Consolidado (CFOC) para as pragas Mycosphaerella fijiensis [Sigatoka Negra],  Ralstonia solanacearum raça 2 [ Moko da Bananeira], Ceratitis capitata,  Bactrocera carambolae e Anastrepha spp. [Moscas das Frutas], Xanthomonas citri subsp. citri [Cancro Cítrico], Candidatus Liberibacter spp. [Huanglongbing – HLB/ Greening], Guignardia citricarpa (= Phyllosticta citricarpa) [Pinta Preta dos Citros], Schizotetranychus hindustanicus [Ácaro Hindu dos Citros], Xanthomonas campestris pv. viticola [Cancro Bacteriano da Videira], Dactylopius opuntiae [Cochonilha do Carmim], Sinoxylon conigerum [Broca Conígera] e Neonectria galligena (= Nectria galligena ) [Cancro Europeu das Pomáceas].

São ofertadas 50 vagas, com taxa de inscrição no valor de R$ 393,12 a ser paga através de boleto bancário. Clique aqui e tenha acesso ao formulário de inscrição. O profissional já habilitado que queira a inclusão de alguma praga, a taxa correspondente a cada uma delas é de R$ 39,31. Confira a programação do curso clicando aqui. Os profissionais que serão habilitados a emitir CFO e CFOC deverão obter 100% de presença no curso, 75% de aprovação na prova, além de comprovar seu registro no Crea-CE.

Os profissionais já habilitados e devidamente regularizados, que tenham interesse em incluir novas pragas em sua habilitação, deverão preencher a ficha de inscrição e fazer um requerimento formalizando quais pragas desejam incluir. No dia do curso os participantes deverão entregar três fotos 3x4, cópia da carteira do CREA e a declaração de quitação do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia.

Mais informações no telefone: (85)3433-3403, ou pelos e-mails marcia.torres@adagri.ce.gov.br ou  gleyber.cartaxo@adagri.ce.gov.br

Com informações da Agência e Defesa Agropecuária do Ceará (Adagri).

Nenhum comentário:

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.

Tecnologia do Blogger.