Nova Unidade de Conservação no Crato quer garantir sobrevida do pássaro soldadinho do Araripe, ameaçado de extinção

Caravana Verde do GEAC 2018 chega ao Cariri e Sertão Centro Sul
O GEAC 2018 – I Seminário de Gestão Ambiental Compartilhada para os Governos Locais chega à penúltima etapa. Desta vez, os encontros serão com prefeitos, gestores e lideranças de 25 municípios do Cariri e 25 do Sertão Centro-Sul. Começa nesta quarta-feira (21), no Geopark Araripe, em Crato e continua quinta-feira (22), em Iguatu, na sede da Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação (Crede 16).
No Crato, além do seminário, haverá a assinatura do protocolo de criação do Refúgio da Vida Silvestre do Crato, uma Unidade de Conservação (UC) que terá entre seus principais objetivos, a preservação da ave símbolo do Cariri, o soldadinho do Araripe, atualmente ameaçado de extinção. O projeto de criação da UC foi financiado pela Secretaria do Meio Ambiente (SEMA), através da ONG Aquasis (85.99978.2927-85.3113.2137), em parceria com a prefeitura do Crato.
Segundo Artur Bruno, titular da SEMA, o GEAC 2018 ou “Caravana Verde”, trará um “ganho significativo” aos municípios. “Os principais temas de interesse da administração municipal relativos ao meio ambiente estão sendo tratados. Estamos discutindo estratégias e instrumentos para fortalecimento da gestão ambiental, no âmbito dos municípios”, afirma Bruno.
O I Seminário de Gestão Ambiental Compartilhada é um evento de caráter tripartite, realização do Governo do Estado do Ceará, através da SEMA, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace), Associação dos Municípios do Estado do Ceará (Aprece) e Associação das Gestões Ambientais Locais do Estado do Ceará (Agace), com o apoio do Ministério Público Estadual (MPE).
Todas as etapas do GEAC contam com a participação do titular da SEMA, do superintendente do Ibama no Ceará, Herbert Lobo, da superintendente da Semace, Virgínia Adélia Carvalho, dos prefeitos das localidades envolvidas e representantes do MPE, da Agace e da Aprece. Todos vão proferir palestras sobre estratégias e instrumentos para fortalecimento da gestão ambiental, no âmbito dos municípios.
Programação
Os trabalhos começam às 8h e seguem até às 17 horas. No período da manhã, acontece o painel participativo, com exposição dos seguintes temas: Sistema Nacional de Meio Ambiente (Sisnama), Conselho Municipal de Meio Ambiente (Comdema), Fundo Municipal do Meio Ambiente (FNMA), Comissão do Meio Ambiente na Câmara Municipal, Órgãos e Instituições Municipais Ambientais e Responsabilidade Municipal na Gestão Ambiental.
No período da tarde é a vez dos técnicos da SEMA que tratam de tema como o Índice de Qualidade Municipal de Meio Ambiente (IQM), o Programa Selo Município Verde, a Certificação Praia Limpa e Programa de Incentivo às Unidades de Conservação Municipais (ProUCm).

Nenhum comentário:

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.

Tecnologia do Blogger.