segunda-feira, 23 de abril de 2018

Agenda cultural - Theatro José de Alencar realiza mostra de teatro de bonecos


“Mostra de Boca Rica de Teatro de Bonecos” acontece entre os 25 a 27 de abril de 2018.

O Theatro José de Alencar, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, em parceria com o Grupo Formosura de Teatro, apresenta a “Mostra de Boca Rica de Teatro de Bonecos” de 25 a 27 de abril de 2018. A atividade acontece na Calçada e na Praça Mestre Pedro Boca Rica, com entrada gratuita para os espetáculos. Confira a programação:

> Programação “Mostra de Boca Rica de Teatro de Bonecos” <

Quarta-Feira (25)

17h30 - ARTE DE RUA - "Bicho  do Rio" - Cia Chacoalho

Bicho  do Rio, é  uma peça de teatro  de bonecos que foi criada  a partir de um conto, com o mesmo nome, de autoria de Almir  Mota. Na verdade é uma lenda que narra a vida de uma lavadeira, que tem um filho  na beira de um rio, a criança é levada para o fundo das águas e lá se transforma em um bicho . Um bicho que se transforma em outros bichos. Uma montagem  lúdica onde a literatura oral, toma forma cênica.

Local: Calçada / Entrada: Gratuita / Classificação Indicativa: Livre

Quinta-Feira (26)

17h30 - ARTE DE RUA ESPECIAL - "Augusto Bonequeiro e o Boneco Fuleiragem"

Trata-se de um  espetáculo de ventriloquia, em que o Boneco Fuleiragem e o Augusto Bonequeiro interagem com a plateia criando um clima de alegria e ludicidade com as saborosas e irreverentes tiradas do boneco. com músicas e piadas, o boneco e o bonequeiro abordam temas diversos e específicos, conforme o ambiente e o motivo da apresentação.

Local: Calçada / Entrada: Gratuita / Classificação Indicativa: Livre

Sexta-Feira (27)

09h - "A Bruxa e a Natureza" - Grupo Calu Maravilha

O espetáculo conta a história de uma floresta encantada, onde os animais viviam felizes e até a chegada da bruxa Nocréia que tenta acabar com a harmonia da floresta.

11h - "Chico Mamulengo Contra a Cobra Caninana" - Cia Tecelões (Espetáculo para adultos)

Baseado na cultura popular e nos folguedos nordestinos, o Espetáculo conta a história do tocador de Boi «Chico Mamulengo» que precisa resolver o mistério de uma cobra que apareceu na cidade e engole tudo que se move! Com muita alegria, bom humor e música, o Espetáculo vem desde 2015 arrancando boas gargalhadas de todas as idades.

14h - "Lutas e Paixões de Mateus o Topador de Boi" - Circo Tupiniquim

Lutas e Paixões de Mateus o Topador de Boi, espetáculo de mamulengo, popular, jocoso, mostra as aventuras de um dançador de boi que se vê impedido pelas autoridades “competentes” de realizar sua brincadeira, enquanto mateus vai arranjando um meio de driblar a situação e dançar seu boi, procura envolvimento com o público no intuito de arranjar uma namorada, tudo isso a base de muito humor e muito riso típico do boneco popular  nordestino.

15h - "A Rainha De Nada" - Cia Epidemia (Espetáculo para crianças)

Usando o Teatro de Animação mostramos os fatos do cotidiano de um reino, onde sua Rainha é protagonista de intolerâncias, causando uma luta do povo em busca da justiça. Utilizamos como fundamento cênico o Teatro do Bonecos Popular, que traz a espirituosidade como principal característica de expressão. Um Mestre de Cena conduz a narração, que juntamente com a musicalidade, propicia interatividade com o público.

18h - Encerramento Mostra Boca Rica De Teatro De Bonecos

Local: Praça Mestre Pedro Boca Rica - Anexo CENA / Entrada: Gratuita / Classificação Indicativa: Livre
  • Um pouco sobre Pedro Boca Rica -

Pedro dos Santos de Oliveira nasceu no dia 16 de novembro de 1936 na cidade de Ocara (CE) e era conhecido como Pedro Boca Rica, por causa dos dentes de ouro que tinha na boca.  Cresceu na companhia do pai admirando a cultura popular, especialmente o Bumba Meu Boi. Começou a talhar bonecos aos 18 anos, entre tipos sociais, figuras humanas, animais e seres imaginários. Atualmente os bonecos estão espalhados em museus importantes dos EUA, Japão, Alemanha e França, além de uma coleção exposta no Memorial da America Latina-SP. Pedro Boca Rica também era compositor, cantor, poeta e escultor, topador de boi e faleceu aos 55 anos no dia 28 de março 1991.

“O bonequeiro é o único que ressuscita os mortos através de seus bonecos”. (Pedro Boca Rica).
Fonte: Jornal Diário do Nordeste e Augusto Bonequeiro.

Fotos: Divulgação

Confira a programação completa do TJA no site: www.secult.ce.gov.br

0 comentários:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.