quarta-feira, 4 de abril de 2018

Cariri recebe Seminário de Educação em Direitos Humanos nesta sexta (6)


Com o objetivo de coletar propostas para o Plano Estadual de Educação em Direitos Humanos, que pretende estruturar uma série de iniciativas promovidas pelo Governo do Estado do Ceará nessa área, o município do Crato receberá o I Seminário de Educação em Direitos Humanos no Cariri na próxima sexta-feira (6), na Universidade Regional do Cariri (Urca). As inscrições serão feitas no local.

O evento é uma parceria do Comitê Estadual de Educação em Direitos Humanos, por meio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas dos Direitos Humanos, com a Comissão de Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará e com a Urca.

De acordo com coordenador especial dos Direitos Humanos do Ceará, Demitri Cruz, além de fazer parte de uma série de seminários que estão sendo realizados em todo o Ceará, o encontro tem entre seus objetivos constituir uma rede de apoio a projetos na área de educação em direitos humanos. “Nós, da coordenadoria de Direitos Humanos do Gabinete do Governador, entendemos nesse momento histórico de tanta intolerância, tanto ódio, que é essencial o fortalecimento das ferramentas de educação em direitos humanos”, destaca.

O evento contará com um debate sobre “Direitos Humanos e Defesa da Democracia”, além da exposição de experiências de Educação e Direitos Humanos. Entre essas experiências estão o trabalho realizado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Mulher Cratense, pelo Grupo de Valorização Negra do Cariri (Grunec), pelo grupo Raízes e Frutos do Caldeirão e pelo Coletivo Camaradas.

O Grunec foi formado em 2001 e vem desenvolvendo ações em prol da revalorização da população negra na região do Cariri cearense desde então, enquanto o Conselho foi fundado em 1993 e vem cobrando a efetivação de políticas públicas para atender as mulheres e suas necessidades. O Coletivo Camaradas é uma organização política atuante no campo das artes, da pesquisa, da produção e difusão cultural e das lutas por políticas públicas para cultura. Já o grupo Raízes e Frutos do Caldeirão é formado por jovens do Assentamento 10 de abril e, assim como o Coletivo, realiza ações voltadas para a juventude local.

Para a professora Grayce Alencar Albuquerque, coordenadora do Observatório de Violência e Direitos Humanos na região do Cariri pela Urca, o evento consolida-se como um importante espaço de discussão sobre os direitos humanos e a democracia, no intuito de contribuir para o estabelecimento de uma sociedade mais democrática e equitativa. “Discutir em parceria sobre a consolidação dos direitos humanos, especialmente elencando-se as particularidades do Ceará, é de fundamental importância para a elaboração do Plano Estadual de Educação em Direitos Humanos, documento este que será norteador nas práticas de ensino”. De acordo com Grayce, a Urca cumpre seu objetivo ao dar apoio a iniciativas com foco no desenvolvimento de políticas públicas que assegurem a justiça e a democracia cidadã, aproximando a universidade pública da sociedade ao reforçar o seu papel para além de acadêmico, mas também social.

Sobral e Juazeiro do Norte também receberão uma edição do Seminário em Direitos Humanos.

Apresentação da Ouvidoria

Na quinta-feira (05), a Ouvidoria Estadual dos Direitos Humanos fará uma apresentação na Escola Estadual de Educação Profissional Maria Violeta Arraes de Alencar Gervaiseau (Av. Teodorico Teles, S/N, Centro) sobre o papel que desempenha e de que forma pode auxiliar no atendimento, acompanhamento e monitoramento dos casos de violações de direitos.

Sobre a Coordenadoria

Criada com o objetivo de assessorar o Governador do Estado quanto à política voltada aos direitos humanos, a Coordenadoria Especial de Políticas Públicas dos Direitos Humanos articula ações junto ao Governo do Estado para garantir o direito à vida e à liberdade, à liberdade de opinião e de expressão, o direito ao trabalho e à educação em todo o Ceará. Uma das atribuições da Coordenadoria é monitorar a elaboração e o acompanhamento das políticas públicas estaduais, assegurando que haja efetividade na garantia dos direitos humanos.

Serviço

I Seminário Estadual de Educação em Direitos Humanos no Cariri
Data: 06/04/2018
Horário: 8h
Local: Universidade Regional do Cariri (Urca) (Rua Cel. Antônio Luis, 1161, bairro Pimenta, no Crato)

Mais informações: (853133-1716 ou (85) 3133-1717

Programação

8h – Credenciamento

9h – Abertura

9h30 – Exposição de experiências de Educação e Direito Humanos
Juventude – Grupo Raízes e Frutos do Caldeirão e Coletivo Camaradas;
Politicas de Cotas – Estudante e Grupo de Valorização Negra do Cariri (Grunec);
Mulheres – Conselho Municipal dos Direitos da Mulher Cratense

11h – Debate: Direitos Humanos e Defesa da Democracia

12h – Almoço

14h – Oficinas de coleta de propostas para o Plano Estadual de Educação em Direitos Humanos Eixos: Educação Básica, Educação Superior, Educação Popular, Educação e Comunicação, Memória, Verdade e justiça.

16h – Encerramento

0 comentários:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.