Ceará é o maior exportador de sutiãs e bustiês do Brasil

Sétimo maior exportador do setor de confecções do Brasil, o Ceará mostra força nesse segmento mesmo em queda. As exportações cearenses do setor de confecção registraram uma queda de 4%, menos significativa do que em fevereiro (23,1%). No primeiro trimestre de 2018 em comparação com 2017, foi atingida a marca de US$ 741,8 mil. Por outro lado, as importações apresentaram crescimento em relação ao ano anterior de 77,5%. O destaque no primeiro trimestre do ano é que o Ceará foi o maior exportador do Brasil de “Sutiãs e bustiês”, vendendo US$ 204,1 mil. Vale o destaque ainda para o Paraguai, principal destino das vendas externas do Estado nesse segmento. 
As informações são do Ceará em Comex, estudo do Centro Internacional de Negócios da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC).


Sobre o Centro Internacional de Negócios da FIEC
O Centro Internacional de Negócios auxilia as empresas na inserção no mercado internacional, promovendo a cultura exportadora no Estado do Ceará. O CIN faz parte da Federação das Indústrias do Estado do Ceará - FIEC, que junto com Serviço Social da Indústria - SESI Ceará, Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial - SENAI Ceará e Instituto Euvaldo Lodi - IEL Ceará formam o Sistema FIEC.

Nenhum comentário:

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.

Tecnologia do Blogger.