Maloca Dragão 2018 será palco de doze lançamentos musicais cearenses, entre singles, discos, DVD e clipe

Lançam novidades no festival os artistas Daniel Groove, Ilya, Padêro MC e Soledad e as bandas Encéfalo, Intuición, Luxo da Aldeia, Os Alfazemas, Procurando Kalu, Maquinas, Astronauta Marinho e Casa de Velho




          Mais festivo balanço anual da produção artística cearense, a Maloca Dragão 2018 terá doze trabalhos musicais inéditos apresentados em seus palcos. Parte dos artistas selecionados, em janeiro, para o programa Porto Dragão Sessions já lançam no festival os singles gravados pelo projeto: Ilya, Procurando Kalu, Soledad, Maquinas, Astronauta Marinho e Casa de Velho. Além deles, a Maloca recebe ainda lançamentos de discos do Luxo da Aldeia e Encéfalo; de singles do Intuición e do Padêro MC; clipe de Daniel Groove; e DVD da banda Os Alfazemas. Realizada pelo Governo do Estado do Ceará, a quinta edição da Maloca Dragão trará mais de 150 atrações gratuitas, com programação distribuída de 24 a 29 de abril no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura e em mais de vinte pontos da Praia de Iracema e do Centro de Fortaleza.

“Desde a primeira edição, em 2014, a Maloca se impõe com a força da arte do Ceará. Se mais de 80% da programação dela é cearense, não é só porque é um desejo nosso fortalecer ainda mais isso, mas é principalmente porque temos, no Estado, uma intensa produção, criação e formação artísticas. E a Maloca é reflexo disso. O festival é uma mostra, um recorte do que de melhor e mais recente é feito pelos artistas cearenses, não à toa somos palco de grandes lançamentos. É bom para o artista e é bom para a Maloca”, afirma João Wilson Damasceno, diretor de Ação Cultural do Dragão do Mar. Ele complementa ainda que o ineditismo é um critério importante na escolha da programação em todas as linguagens.




Formada por Clapt Bloom e Lua Underwood, a dupla do Intuición vai lançar a música “Qué rico!”, que revela uma nova sonoridade, a Disko Punk, que investe no electropop, disco e guitarras distorcidas viajantes entre psicodelismos e experimentações com samples. Surgida em 2012, a banda marcou, nos últimos anos, a cena underground da cidade. “Depois de tentativas frustradas, conseguimos ser selecionados pela chamada pública da Maloca. Isso mostra o quanto evoluímos e trabalhamos nesse tempo. Vai ser incrível mostrar ao público a música underground e o que conseguimos fazer”, comemora o produtor e instrumentista Lua Underwood. Ele acrescenta ainda que a Maloca já é indispensável para o Estado. “O festival não é só banda no palco, é um acelerador de projetos. É uma catapulta. Se há quem pense que não tem nada de novo em Fortaleza, a Maloca mostra o contrário”.

          A artista cearense Soledad, radicada em São Paulo, apresenta ao público o single “De manhã, logo cedo”, do amigo cantor e compositor Juliano Gauche. “É uma música com uma pegada mais pop, que é uma coisa nova para mim, faz um contraponto, me coloca entre o soturno e o solar”, explica a cantora. Para o show, além do lançamento do single, ela promete “surpresas”, que já passam por experimentações para o novo disco. Soledad conta ainda que o processo de gravação no Porto Dragão Sessions foi muito positivo e que o encontro com o produtor Daniel Ganjaman (Criolo, Rael, BaianaSystem) surpreendeu. “É louvável que, num momento de ebulição, o Dragão do Mar volte os olhos para os artistas cearenses. Os recursos são difíceis, gravar é muito caro. Então ter essa compreensão de que é preciso registrar e fazer circular a produção musical é um divisor de águas”, avalia a artista.

          Assim como Soledad, apresentam singles gravados pelo Porto Dragão Sessions as bandas Casa de Velho, com “Sapiranga”; Astronauta Marinho, com “Minuta”; Maquinas, com “Mal Agradecido”; Ilya, com “Se Eu Saio E Você Dança”; e Procurando Kalu, com “Psicotropical”. Durante o festival, o programa fará ainda o pré-lançamento da série de TV Porto Dragão Sessions, em pitching aos convidados do Conexões Maloca, no dia 28 de abril, às 10h30, no Cinema do Dragão. Esses singles e o primeiro episódio da série são apenas uma parte do conteúdo que o programa vai entregar. Com o objetivo de registrar, difundir e distribuir a novíssima produção musical cearense, o Porto Dragão Sessions selecionou quinze bandas e artistas do Estado em convocatória pública, lançada em janeiro de 2018. Além da série, será lançada, em breve, uma coletânea com os selecionados, composta por trinta faixas produzidas por Daniel GanjaMan (Criolo) e Yury Kalil (Cidadão Instigado).

O Porto Dragão Sessions é um programa do Porto Dragão, produtora de conteúdo e aceleradora de projetos artísticos do Instituto Dragão do Mar (IDM).


PROGRAMAÇÃO DE LANÇAMENTOS MUSICAIS


Dia 27 de abril | Sexta-feira

Palco Draga Dragão
20h | Daniel Groove - Lançamento do clipe "Seu Amor"

Palco Rogaciano Leite Filho
19h50 | Intuición - Lançamento da música “Qué Rico!”
21h30 | Casa de Velho – Lançamento do single “Sapiranga”

Palco Praça Verde
22h | Luxo da Aldeia (CE) – Lançamento do disco “Tantos Carnavais Depois”

Palco Anfiteatro
22h | Astronauta Marinho – Lançamento do single “Minuta” + Maquinas – Lançamento do single “Mal Agradecido”


Dia 28 de abril | Sábado

Palco Praça Verde
20h | Ilya – Lançamento do single “Se Eu Saio E Você Dança”
21h15 | Procurando Kalu – Lançamento do single “Psicotropical”

Palco Draga Dragão
20h | Os Alfazemas – Lançamento do DVD “TU!”


Dia 29 de abril | Domingo

Palco José Avelino
18h | Encéfalo – Lançamento do disco “Deathrone”

Palco Draga Dragão
20h10 | Padêro Mc – Lançamento de EP "Na Raça"

Palco Praça Verde
21h40 | Soledad – Lançamento do single “De manhã, logo cedo”

Nenhum comentário:

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.

Tecnologia do Blogger.