quinta-feira, 5 de abril de 2018

MPCE lança Projeto Vidas Preservadas pela prevenção do suicídio

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), em ação conjunta de diversos Centros de Apoio Operacionais (CAOCIDADANIA, CAOPIJ, CAOMACE e CAOCRIM), lança, na manhã desta sexta-feira (06), o Projeto “Vidas Preservadas – O MP e a Sociedade pela prevenção do suicídio”, no auditório da Procuradoria Geral de Justiça, na rua Assunção, 1.100 – José Bonifácio. O evento contará com a presença do palestrante e escritor, psicólogo clínico, mestre em Saúde Coletiva e doutor em Psicanálise Rossandro Klinjey, que ministrará o painel “Vida que vale a pena ser vivida”.

O convidado especial é autor do livro “Temas complexos: uma abordagem didática” e coautor do livro “Educando para a paz”. Rossandro Klinjey foi professor universitário por mais de dez anos, quando passou a se dedicar à atividade de palestrante. Além dele, o seminário também terá como palestrante o médico psiquiatra e fundador do PRAVIDA, Fábio Gomes de Matos e Souza, traçando considerações a respeito do “Fenômeno do suicídio e os desafios da prevenção”. Em seguida, a psicóloga do NASF/Paracuru, Ariadyne Luz, e o especialista em Saúde Pública da UECE, Hamilton Peixoto, serão os expositores do painel “Experiências Municipais em Políticas sobre Suicídio”.

De acordo com o promotor de Justiça coordenador do CAOPIJ Hugo Mendonça, a iniciativa tem o objetivo de promover uma abordagem intersetorial da temática e traçar estratégias de atuação do Ministério Público pela prevenção do suicídio, com a colaboração de diversos órgãos e entidades parceiros. “O projeto traz duas afirmações fortes: nós precisamos falar sobre o suicídio e de políticas públicas efetivas de prevenção ao suicídio. Estas são nossas bandeiras porque os números desta prática vem crescendo e hoje estão alarmantes. Em 2009, o Ceará era o nono estado em número de suicídio e, hoje, ele está em quinto lugar”, declarou.

O suicídio é reconhecido como um grave problema de saúde pública pela Organização Mundial de Saúde (OMS), sendo definido como um ato deliberado e intencional de causar a morte a si mesmo. Segundo Mendonça, Fortaleza era a quarta capital e, hoje, é a terceira. Em 2012, tínhamos 30 suicídios por dia no Brasil e, para cada suicídio, estima-se que há dez tentativas não consumadas. Para cada suicídio consumado temos de seis a oito pessoas próximas impactadas e cerca de 60 pessoas indiretamente afetadas emocionalmente.

No mundo, são registrados mais de um milhão suicídios por ano. Portanto, Mendonça observa que o MPCE não pode se furtar de assumir o seu papel de defensor do direito à vida e de adentrar no movimento de fomento de políticas de prevenção do suicídio. “Após o evento de lançamento, vamos realizar várias capacitações em vários municípios, outra só para profissionais da imprensa, outra para profissionais em geral. Haverá várias ações com distribuição de kits de atuação encaminhados aos promotores de Justiça”, declarou.

No período da tarde, serão formadas duas mesas redondas. A primeira, debaterá os “Suicídios no Ceará: possibilidades de intervenção” com a participação do major dos Bombeiros José Edir de Sousa; da professora de Fisioterapia e do Mestrado de Saúde Coletiva e Saúde da Família da UFC, Raimunda Macena; da professora do curso de Psicologia da UECE, Alessandra Xavier; e da psicóloga, Giseli Braga.

A segunda mesa redonda discutirá a atuação do Ministério Público em favor da vida, com a participação dos seguintes coordenadores dos Centros de Apoio Operacionais do MPCE envolvidos neste projeto: a procuradora de Justiça Isabel Pôrto (CAOCIDADANIA); e os promotores de Justiça Hugo Mendonça (CAOPIJ), Hugo Porto (CAOCIDADANIA), Jacqueline Faustino (CAOMACE) e André Clark (CAOCRIM).


Onde buscar ajuda

Centros de Atenção Psicossocial - CAPS
Hospital de Saúde Mental Professor Frota Pinto
Rua Vicente Nobre Macêdo, s/n – Messejana – Fortaleza/CE
(85) 3101.4328

Programa de Apoio à Vida – PRAVIDA/UFC
Rua Capitão Francisco Pedro, 1210 - Rodolfo Teófilo – Fortaleza/CE
(85) 98400-5672

Instituto Bia Dote
Av. Barão de Studart, 2360 - Sala 1106 – Aldeota - Fortaleza/CE
(85) 3264.2992

Instituto DimiCuida
Av. Santos Dumont, 1388 – Aldeota – Fortaleza/CE
(85) 3255.8864 / (85) 98131-1223 (whatsapp)

Laboratório de Relações Interpessoais – LABRI/UFC
Centro de Valorização da Vida
Fone: 141 / (85) 3257-1084.

0 comentários:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.