Pular para o conteúdo principal

São João do Tauape recebe mutirão de combate ao Aedes aegypti

A expectativa é visitar cerca de 10 mil imóveis
A Prefeitura de Fortaleza intensifica as ações de combate ao Aedes aegypti por meio da realização de mutirões em bairros da Capital. Nesta quinta-feira (12/04), o bairro São João do Tauape receberá as ações intersetoriais de prevenção e educação. A concentração acontece na praça do Mercado Joaquim Távora, a partir das 8h. Participam da operação equipes das Secretarias Municipal da Saúde (SMS), de Urbanismo e Meio Ambiente, de Educação, de Conservação e Serviços Públicos, Agência de Fiscalização de Fortaleza, Regional II e Ecofor.

O mutirão vem reforçar as atividades preventivas e conscientizar a população para os cuidados contra o mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya. As abordagens envolvem atividades educativas por meio de apresentações culturais e exposição sobre o ciclo evolutivo do mosquito, além de ações de tratamento focal, de controle químico e de mobilização nas casas dos moradores dessa região, identificando e eliminando os criadouros. A expectativa é visitar cerca de 10 mil imóveis.

O bairro receberá ainda serviços de capinação, limpeza e recolhimento de pneus e outros objetos que são possíveis criadouros para o mosquito. Também serão distribuídos sacos para o adequado recolhimento do lixo.

O coordenador de Vigilância em Saúde da SMS, Nélio Morais, destaca a importância da parceria da população como fortalecimento das ações de enfrentamento ao Aedes executadas pelo poder público. “Durante nossas visitas, constatamos que 80% dos criadouros do mosquito na capital cearense estão localizados dentro dos imóveis. Uma casa com criadouro pode afetar vários quarteirões. O foco pode estar apenas na residência de uma pessoa, mas o vetor voa para os demais imóveis. Por isso, o ideal é prevenir. As pessoas devem fazer sempre uma revisão nos locais que podem acumular água."
“Nós vamos intensificar cada vez mais as ações de combate às arboviroses por parte do Município, além de contar com o papel importante dos agentes de endemias, precisamos da colaboração efetiva da sociedade no sentido de fortalecer esse trabalho. Estamos envolvendo toda a equipe da Secretaria Regional II para colaborar no combate ao mosquito, auxiliar a Secretaria de Saúde no diagnóstico, tratamento e gestão nos casos da doença. Esse processo de combate ao Aedes só acontece dessa maneira eficaz, quando todos os setores do poder público se reúnem com a sociedade nesse engajamento contra o mosquito”, explicou o titular da Secretaria Regional II, Ferruccio Feitosa.

Em 2017, no São João de Tauape foram registrados 1.153 casos de chikungunya, enquanto 314 pessoas foram acometidas por dengue, de acordo com o Boletim Epidemiológico da SMS. Neste ano, já receberam o mutirão intersetorial, executado pelo município, os bairros Jangurussu, Bom Jardim e Mondubim. A escolha desses locais seguiu critérios epidemiológicos e entomológicos, onde foi identificado, nos últimos cinco anos, maior carga de transmissão.
Serviço
Mutirão de combate ao Aedes aegypti no bairro São João do Tauape
Data: quinta-feira (12/04)
Horário: 8h
Local: Praça do mercado Joaquim Távora (Avenida Pontes Vieira, 428 – Joaquim Távora)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…