domingo, 9 de dezembro de 2018

Estúdio de animação desenvolverá filme e game com apoio do BNDES


·        Obra de animação “Guitar & Drum” e game homônimo estão no plano de negócios trianual do Hype Studio, apoiado pelo Banco com R$ 2,2 milhões

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) vai financiar com R$ 2,2 milhões o Plano de Negócios do período de 2018 a 2020 da Hype Studio Computação Gráfica, que tem por objetivo a produção da obra audiovisual de animação “Guitar & Drum”, game homônimo e investimentos corporativos. O apoio será realizado no âmbito do BNDES Procult, correspondendo a 38% do investimento total da empresa (R$ 5,8 milhões). 

"Guitar & Drum" ("Viola e Tambor" no Brasil) é uma série pré-escolar, para meninos e meninas de 3 a 6 anos, que conta a história de dois instrumentos musicais e inseparáveis amigos. Serão 52 episódios, de 5 minutos de duração cada um. O Plano de Negócios também prevê o desenvolvimento do game “Guitar & Drum” para dispositivos móveis. Por fim, a Hype pretende investir no fortalecimento de sua equipe de criação, com a contratação de quadro próprio e uma equipe remota de ilustradores para trabalhar em projetos específicos. 
A Hype Studio Computação Gráfica Ltda. ("Hype") surgiu em 2010 como uma empresa de pequeno porte que atua na produção de conteúdo audiovisual. A primeira obra de animação da Hype, o curta-metragem "Ed.", ganhou 28 prêmios em festivais nacionais e internacionais. O sucesso da série “Dino Aventuras” – produzida para o grupo Danone-Cinefilm e exibida pelos canais Disney Júnior e Disney Channel – ensejou a companhia a entrar no mercado de propriedades intelectuais. Desta forma, criou-se um núcleo interno, a Hype Lab, para desenvolver marcas e produtos que gerem receitas com a comercialização, direitos de exibição multiplataformas e licenciamento de produtos. 

Ao apoiar Planos de Negócios como o da Hype, o BNDES vislumbra a manutenção da demanda forte por produções nacionais independentes para a TV por assinatura, consequência da Lei n°12.485/2011. Conhecida como "Lei da TV Paga", a nova legislação regula os serviços de acesso condicionado (TV por assinatura, pay per view etc.) e instituiu quotas de tela para produtores brasileiros independentes em horário nobre na TV por assinatura brasileira. 

Mercado de Animação – Levantamento do BNDES estima em R$ 5,4 bilhões o mercado brasileiro de produções audiovisuais de animação. O valor está distribuído entre os mercados de animação em TV Paga, cinema, plataformas de streaming (VOD), animações embutidas em games e animações para uso corporativo e publicidade. O segmento de animação foi responsável pela movimentação de R$ 1,35 bilhão, ou 5,9% do valor total do conteúdo da TV paga em 2016. O total arrecadado com bilheteria de filmes em animação chegou a R$ 518 milhões, ou 25% da bilheteria total em 2016. Já o mercado de animação em plataformas de Video on Demand geraram R$ 73 milhões. O BNDES é um dos maiores apoiadores da animação brasileira com R$ 82,6 milhões liberados para o segmento, por meio de diversos instrumentos, ao longo de sua história. 

0 comentários:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.