#audioinclui

sexta-feira, 5 de abril de 2019

Colabora Inova - MRV Engenharia adota tecnologia para reduzir ações judiciais


O uso de tecnologia para inovar o setor jurídico vem crescendo e se difundindo entre os setores industriais e de serviços. Através dos conceitos de jurimetria, área que realiza análise de dados jurídicos, softwares de inteligência são capazes de fornecer uma visão completa e detalhada de todos os processos, históricos ou em andamento, com análises diagnósticas, preditivas e prescritivas.
A MRV Engenharia iniciou em seu setor jurídico o uso de várias ferramentas tecnológicas para a análise dos processos judiciais da empresa. Com a iniciativa, o objetivo é atuar de forma mais assertiva e, consequentemente, retroalimentar as áreas de negócio com informações sobre o comportamento das demandas judiciais.
A partir da alimentação de dados capturados pelo sistema de inteligência Convex Legal Analytics, da Softplan, a base de dados da empresa será enriquecida e será possível construir cenários futuros mais precisos, baseados nos indicadores dos processos judiciais (encerrados e em andamento). Os usuários podem encontrar padrões em decisões anteriores da mesma matéria, avaliar o uso de teses jurídicas que têm maior grau de eficácia e entender padrões de comportamento das ações, além do estilo e do viés de um determinado magistrado.
A adoção desta tecnologia atrelada a outras ferramentas inovadoras já implantadas é uma ação para consolidar o departamento jurídico da MRV como uma área estratégica, atuando diretamente com geração de resultado e, principalmente, contribuir para melhorar continuamente a experiência do cliente.
“Sempre tivemos uma quantidade relevante de informações mas a organização e utilização dos dados é sempre um desafio nas grandes empresas. Agora, é possível identificar rapidamente nossos principais pontos de atuação. A ideia é mapear as os padrões das nossas demandas judiciais, identificar indícios de fraudes processuais e desenvolver estratégias específicas para que o número de processos seja cada vez menor. Não queremos somente nos preparar melhor para ganhar mais processos. Nosso propósito é atuar para que a inovação nos auxilie a reduzir continuamente o número de demandas”, explica Guilherme Freitas, gerente executivo jurídico da MRV.

0 comentários:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.