#audioinclui

quinta-feira, 11 de abril de 2019

Politica- Vereador Sargento Reginauro denuncia: gestão Roberto Cláudio aumentou R$ 100 milhões em arrecadação com multas de trânsito


O vereador de Fortaleza, Sargento Reginauro, falou na tribuna da Câmara Municipal nesta terça-feira, 9 de abril de 2019, sobre os gastos arrecadados com multas de trânsito. Segundo o parlamentar, a Autarquia Municipal de Trânsito (AMC) arrecadou R$ 136 milhões com multas, representando 300% de aumento nos cofres públicos, comparado aos gastos em relação ao início da gestão do prefeito Roberto Cláudio, em 2013, onde a prefeitura arrecadou R$ 35 milhões.

Diante dos dados, o vereador Sargento Reginauro questionou o destino do valor arrecadado pela prefeitura, já que a cidade sofre com falta de pavimentação e carece de políticas de educação no trânsito. “Quando me deparo com esses números, eu fico chocado. Pois já venho dizendo há tempos que não adianta chegar nas propagandas de TV e mostrar uma Fortaleza que não existe”, afirmou o parlamentar.

De acordo com o Art. 320 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), a receita arrecadada com a cobrança das multas de trânsito deve ser aplicada, exclusivamente, em sinalização, engenharia de tráfego, de campo, policiamento, fiscalização e educação de trânsito.

Iluminação pública

Reginauro aproveitou o pronunciamento para falar sobre a contribuição de iluminação pública durante a atual gestão de Fortaleza. Segundo levantamento feito pelo vereador, em 2013, quando o prefeito assumiu a gestão da cidade, a prefeitura arrecadou R$ 112,3 milhões com taxas para o custeio do serviço de iluminação pública. Em 2018, esse valor foi para R$ 220 milhões, um aumento de quase 100%.

“Esse é o valor que nós pagamos para ver uma Fortaleza cada vez mais escura. Lembro que como proposta de campanha, o prefeito prometeu colocar luz de led em toda a cidade. Já estamos na segunda gestão e até agora ele não cumpriu o prometido. O que vemos na verdade são praças e ruas mal iluminadas, principalmente na periferia que foi esquecida pela atual gestão”, cobrou.

0 comentários:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.