Pular para o conteúdo principal

GRUPO ARTÍSTICO CEARENSE NA COLÔMBIA




O grupo cearense K'Os Coletivo participa do "Vamos Pa'l Barrio 4° Festival Latinoamericano de Teatro de Zipaquirá", na Colômbia. Dentre muitas inscrições, Guerra de Cup&Cake foi um dos espetáculo selecionados e o grupo representa o Brasil no evento. A Oficina de formação artística "A Graça é sua O Riso é nosso" é outra atividade que está sendo desenvolvida pelo grupo no festival.

Guerra de Cup&Cake conta a história de dois mestres cucas experts em doces que lutam por um mesmo objetivo: o prêmio de maior e melhor confeiteiro da cidade de Mascavo. Um se chama Cup e o outro Cake. O que eles não esperavam é que nessa briga, eles juntos iriam criar um doce que passaria a ser conhecido em todo mundo: o Cupcake.

Sobre o K'Os Coletivo:
O K'Os Coletivo iniciou seus trabalhos em 2006 e tem como principais linhas de pesquisas a palhaçaria, a improvisação teatral e o teatro para bebês. Em seu repertório, os espetáculos Guerra de Cup&Cake, D. Menina, Circo do K’Os – Os Clássicos da Palhaçaria, Tripa de Elite, La Moringa, A Noiva e o Condutor e As Velhacas. Já realizou apresentações em teatros/espaços/festivais diversos, tendo circulado pelos estados de São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Bahia, Piauí, Paraíba e Ceará ao longo desses treze anos de existência. Nesse mês de Julho, o grupo realiza sua primeira circulação internacional na Colômbia. Desde 2011, foram realizados os seguintes eventos: Festival Vaia (três edições) e Campeonato Cearense de Improvisação (cinco edições). Na área de formação, o K'Os Coletivo ministra Oficinas, Workshops e Vivências desde o ano de 2006.

Mais informações sobre o grupo: Instagram - @kos.coletivo

Informações sobre o evento: https://inconscientecolectivo.jimdo.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…