Sarampo preocupa médicos em meio à pandemia da Covid-19



Enquanto as atenções estão voltadas para o combate à Covid-19, outras doenças infectocontagiosas permanecem se espalhando e preocupando profissionais da área da saúde. O
sarampo, doença altamente contagiosa, é uma delas. Em 24 países houve suspensão da vacinação contra o sarampo e em outros 13 os programas de vacinação foram interrompidos.

De acordo com a Iniciativa contra o Sarampo e a Rubéola (M&RI), a suspensão das atividades programadas de imunização podem prejudicar, em todo o mundo, cerca de 117 milhões de crianças. A médica pediatra Vanuza Chagas alerta para a importância dos programas de vacinação a nível mundial, diante de uma pandemia para a qual não tem imunização.

“O Sistema de Saúde já está superlotado com pacientes infectados pelo coronavírus. É extremamente importante prevenir as doenças para as quais existem vacinas para não sobrecarregar ainda mais as unidades. É uma preocupação de todos os órgãos a nível mundial que esta vacinação seja mantida e seja mantida de uma forma segura. Os calendários de vacinação tem que ser cumpridos, a interrupção pode ser desastrosa”, destacou Vanuza Chagas.

A médica destaca que em 2019 o sarampo voltou a causar vítimas no Brasil, e o vírus permanece circulando. “Já existem manifestações a nível mundial preocupados para não interromper a vacinação contra o sarampo. Os pacientes mais vulneráveis são menores de um ano e podem ter consequências severas. O sarampo é uma preocupação grande, assim como a febre amarela e as doenças meningocócicas que continuam circulando no nosso país”, alertou a pediatra.

Conforme o Ministério da Saúde, o vírus do sarampo pode ser transmitido a partir de secreções nasais ou de gargantas infectadas que costumam sair através de tosse, fala ou espirro. Os sintomas desta doença incluem febre, tosse, conjuntivite e coriza. Três a cinco após após ser infectado, o paciente pode apresentar manchas vermelhas no rosto que tendem a se espalhar pelo corpo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça