"Serviços de delivery não são suficientes para atender a alta demanda dos clientes", diz Abrasel

Vários associados da Abrasel no Ceará compartilharam uma séria de dificuldades enfrentadas no domingo (10), Dia das Mães. Por conta da quarentena, o grande fluxo de clientes que costuma lotar os restaurantes nesta data migrou para os serviços de entrega, que não conseguiram suportar a demanda.

"Recebemos uma infinidade de ligações e mensagens dos nossos associados, que tiveram a área de entrega limitada pelos aplicativos de delivery. Para muitos clientes que acessavam o Ifood, por exemplo, aparecia a mensagem de restaurante fechado, o que afetou as vendas que poderiam ser mais positivas", relata Taiene Righetto, diretor executivo da Abrasel.

Alguns restaurantes publicaram nota em suas redes sociais, a exemplo do Divina Picanha, que pediu desculpas aos clientes por não terem conseguido atender todos no horário programado. "Pedimos a compreensão, passamos por um momento delicado, enfrentando uma nova realidade, assim como em outros segmentos. Infelizmente todos os serviços de entregas estavam congestionados. Entendemos a tristeza daqueles que foram prejudicados, mas reforçamos o empenho da nossa equipe para remediar a situação. Somos uma empresa que sempre prezou pelo compromisso e respeito ao cliente", diz a nota.

Taiene Righetto avalia que esta demanda alta numa data especial reforça a importância de os restaurantes continuarem atendendo com drive thru e retirada no local, para desafogar os deliverys neste momento de demanda excessiva.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça