Pular para o conteúdo principal

Foragido da Justiça por crimes cometidos no Ceará é capturado no Rio de Janeiro

Três mandados de prisão por crimes cometidos no Ceará. Essa era a quantidade de pendências judiciais que Carlos Roberto Araújo Vale (21), natural do Rio de Janeiro, tinha em desfavor de si quando foi capturado na noite dessa quarta-feira (1º), no bairro do Andaraí, no Rio de Janeiro. A prisão dele foi fruto de uma operação conjunta das Polícias Civis do Estado do Ceará (PCCE) e do Rio de Janeiro (PCRJ). “Tetê” estava foragido há quase um ano e integrava uma organização criminosa no município de Ipu, na Área Integrada de Segurança 14 (AIS 14).
Após levantamentos de informações sobre o paradeiro do suspeito no Rio de Janeiro, a Delegacia Municipal de Ipu identificou que “Tetê” trabalhava na garagem de uma empresa de ônibus, no bairro Andaraí, Zona Norte do município do Rio de Janeiro. Equipes da PCRJ da 25ª Delegacia de Polícia (Engenho Novo) foram responsáveis pelo cerco policial, que culminou na captura do suspeito quando ele saía do emprego.
“Tetê”, como era conhecido o homem, estava com mandados de prisão preventiva expedidos pela Justiça cearense por roubo, tráfico de drogas e por integrar organização criminosa. Pelo último crime, ele estava relacionado nos alvos da Operação Aditum, deflagrada em março de 2019, pela Polícia Civil do Ceará, em 15 municípios do Estado. Na ocasião, o suspeito não foi localizado. No balanço das duas fases da ofensiva, a Polícia Civil cumpriu 185 mandados de prisão contra integrantes de uma organização criminosa com atuação no Estado.
Após abordagem policial, Carlos Roberto Araújo Vale foi conduzido para a sede da 25ª Delegacia de Polícia, no bairro Engenho Novo, e encaminhado para uma unidade do sistema penitenciário do Rio de Janeiro. A Polícia Civil do Ceará iniciou as tratativas para fazer o recambiamento do homem ao Ceará para que ele cumpra as penas estabelecidas pela Justiça cearense no Estado.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…