Pular para o conteúdo principal

Inverno: Ceará segue registrando temperaturas mínimas expressivas

No dia 20 de junho, iniciou-se o inverno do Hemisfério Sul e, nessa época do ano, há uma queda na temperatura que, no Brasil, é mais sentida nas regiões Sul e Sudeste. No Nordeste, pela proximidade à Linha do Equador, a redução na temperatura é bem menor, mesmo assim, são sentidas pequenas variações.
No intervalo de 24 horas, a rede de Plataforma de COleta de Dados mantida pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) registrou mínimas extremas de 15,4°C, no município de Barro,, 16,6°C em Tianguá e ainda 17,5°C, em Barbalha.
De acordo com a gerente de Meteorologia da Funceme, Meiry Sakamoto, além do fato de estarmos no período do inverno do hemisfério, outros fatores com altitude e condições meteorológicas atuais acabam colaborando para a variação na temperatura.
“Em Barbalha e Barro, localizado no Cariri, contribuíram para o registro de temperaturas mínimas extremas a maior perda radiativa ao longo da noite, devido a ausência de nuvens. Assim, com maior perda radiativa, as temperaturas mínimas, que são aquelas registradas próximo às 6h da manhã, são mais baixas. Em Tianguá, soma-se a essas causas, o fato de estar localizado em região de serra, com maior altitude”, explica a especialista.
Frio na Capital
Entre esta segunda (6) e a manhã desta terça-feira (7), Fortaleza também registrou “frio”. Conforme a Funceme, a mínima extrema foi de 21,8°C. O observado tem explicação diferente.
“Na Capital, tivemos ontem, um dia nublado e com chuvas, mesmo sem grande perda radiativa ao longo da noite, foi possível sentir e registrar temperaturas mais amenas”, complementa Sakamoto.
Em junho, entre as cidades monitoradas pela rede de PCDs, Guaramiranga e Morada Nova têm as menores temperaturas médias mensais com, respectivamente, 17,4°C e 18,6°C. Na Capital, a normal climatológica é de 22,7°C.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…