Pular para o conteúdo principal

Plataforma online facilita venda de produtos da Amazônia

 


AmazoniAtiva é uma iniciativa que defende e enaltece as riquezas naturais da região. Inicialmente projetada como parte da estratégia de governança climática desenvolvida pela BVRio para Rondônia, a plataforma foi estendida para ter produtos de toda a Amazônia Legal, e acaba de ser lançada oficialmente 


A iniciativa já conta com mais de 40 produtores cadastrados. Polpas de frutas, cafés, cosméticos, artesanatos, sementes, óleos e resinas são alguns dos produtos ofertados, além de informações sobre ativos ambientais da Floresta Amazônica


Promover a bioeconomia da Amazônia, criando uma conexão direta entre produtores locais, investidores e mercado consumidor, é o propósito principal da AmazoniAtiva, plataforma de produtos e ativos ambientais lançada em 2019 para Rondônia e que agora passa a abranger toda a Amazônia.


O foco são iniciativas que respeitem a legislação ambiental, valorizem a diversidade cultural, contribuem para a redução do desmatamento e promovem a igualdade de gênero. Os objetivos de desenvolvimento sustentável são norteadores para promover as pontes necessárias entre os empreendedores da Amazônia e os mercados preocupados com sustentabilidade. 


Como forma de valorizar e destacar a riqueza natural da região, a iniciativa facilita e amplia o acesso aos produtos da Amazônia mundo afora por meio da vitrine online. “Além das riquezas naturais já presentes, mostrar a região é um enorme privilégio. São móveis e utensílios feitos de madeira, peças artesanais feitas com látex, frutos, sementes e fibras, polpas de frutas, cafés, óleos essenciais, resinas naturais, cosméticos naturais, fitoterápicos e muitos outros produtos. Nossa proposta é valorizar a produção com sustentabilidade e preservação da cultura local”, aponta Luiza Montoya, coordenadora de Projetos da BVRio.  


Já são mais de 40 empreendimentos parceiros, na sua maioria grupos comunitários e familiares. A curadoria da vitrine online dá voz a produtores dos nove estados que compõem a Amazônia Legal (Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins). “Queremos reafirmar e apoiar essa potência que é a Amazônia para todo o mundo, valorizando o trabalho dos povos indígenas, quilombolas, comunidades extrativistas, pequenos e médios empreendedores, agricultores familiares e lideranças femininas”, explica.


Além de produtos, a plataforma é uma interface também para os diferentes ativos financeiros gerados na região. Os detentores de créditos de carbono, cotas de reserva ambiental, certificados de redução de emissões, créditos de logística reversa e outros tipos de instrumentos financeiros oriundos de serviços ambientais, têm na AmazoniAtiva uma oportunidade de encontrar investidores e apoiadores para suas iniciativas.     


De acordo com Luiza, a plataforma começou em Rondônia, “como um dos mecanismos de mercado para reduzir o desmatamento”. Seu desenvolvimento contou com a parceria da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Ambiental e recursos da agência de cooperação internacional da Noruega, por intermédio do PNUD e da Força-Tarefa de Governadores pelo Clima e Florestas (GCF, na sigla em inglês).

Renato Castro Santos, coordenador da iniciativa Design & Madeira Sustentável, também da BVRio, afirma que a plataforma é uma das pioneiras no mercado e reforça o compromisso de estimular o acesso aos produtos da Amazônia obtidos de maneira legal. Outro destaque é o fomento ao manejo florestal comunitário.


“Um dos critérios da curadoria é que o parceiro ofereça produtos e ativos gerados com responsabilidade e busca pela sustentabilidade”, conclui Renato. Para o consumidor final, o contato será direto com os produtores, a partir do site da AmazoniAtiva. Já para os produtores interessados em incluir seus produtos, basta preencher o formulário e o termo de anuência disponíveis no site e aguardar o contato da equipe da BVRio.


Site da AmazoniAtiva: https://www.amazoniativa.com/home.  


Instagram: www.instagram.com/amazoniativa/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Pá eólica- Gravíssimo acidente na BR-020, em Parambu, deixa dois mortos ; uma das vítimas sócio do Floresta Bar

Um gravíssimo acidente foi registrado no inicio da manhã deste domingo, 30, na BR-020, KM 45, à altura da localidade de Pau Preto, Parambu. Segundo as informações preliminares, um carro de passeio de luxo, Modelo Audi, ano 2019, cor cinza, placas PBU- 1521, inscrição de Brasilia, DF, colidiu com uma carreta que transportava peças de energia eólica e acabou sendo praticamento esmagado. Segundo ainda informações preliminares, no veículo duas pessoas vieram a óbito e ficaram presas as ferragens. O Corpo de Bombeiros de Tauá foi acionado para resgatar os corpos que posteriormente foram identificados como: Omar Falcão Soares, 67 anos, e Alexandre Barbosa Soares, pai e filho, residentes em Fortaleza. A BR-020 se encontra interditada.Com informações do Repórter Abraão Barros e fotos de internautas