Pular para o conteúdo principal

Suspeito de comandar homicídios e ações criminosas contra bens públicos é preso pela PC-CE

 Chefe de uma organização criminosa e responsável pela distribuição de armas de fogo na Capital, além de ser investigado por envolvimento em homicídios, por tentar contra a vida de policiais civis e por ações contra torres de energia. Todos esses casos estão atribuídos a um homem de 23 anos, que foi preso preventivamente pela Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE), na última sexta-feira (9), no bairro Cajazeiras – Área Integrada de Segurança 7 (AIS 7) de Fortaleza. A captura, mediante cumprimento de mandado de prisão, só foi divulgada nesta segunda-feira (12), para não comprometer os trabalhos investigativos.

Paolo Geraldo da Rocha Nunes de Araújo (23), que também é conhecido como “Maluquinho”, com antecedentes criminais por tentativa de homicídio, tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo, é apontando, segundo levantamentos investigativos, como o homem responsável por participar e ordenar ataques contra torres de energias, em 2019. Além disso, “Maluquinho” é suspeito de participar de uma tentativa de homicídio contra um desafeto que se encontrava preso na unidade do 10° Distrito Policial (DP), no bairro Antônio Bezerra, no ano de 2017.

Na época do crime, ele e outros suspeitos chegaram à unidade distrital e dispararam diversas vezes na entrada da delegacia. Na ocasião, houve troca de tiros, mas ninguém ficou ferido. Deste então, a Polícia Civil iniciou uma investigação ininterrupta para identificar todos os partícipes e chegou ao nome do suspeito. Ainda segundo o que foi investigado, “Maluquinho”, que exerce função hierárquica em um coletivo criminoso com atuação no bairro Antônio Bezerra, seria responsável também por distribuir armamento em bairros da Capital.

Com isso, as autoridades policiais representaram pela prisão preventiva pelos crimes de tentativa de homicídio e por integrar organização criminosa, que foi deferida pelo Poder Judiciário. Com a decisão em mãos, na última sexta-feira, os policiais civis prenderam “Maluquinho”. Ele foi conduzido ao Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), especializada que estava à frente das investigações. As apurações acerca da conduta do suspeito seguem em andamento.

Denúncias

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), para o (85) 3101-0181, que é o número de Whatsapp, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia.
As denúncias também podem ser encaminhadas para o telefone (85) 3257-4807, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que também é o número do WhatsApp da unidade policial. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ajudem a jornalista Marina Alves- TV Verdes Mares

 Oi, gente! Boa noite! Os últimos dias de tratamento foram bem difíceis, por isso fiquei mais ausente por aqui. Agora, começo a recuperar um pouco as forças com a ajuda de transfusões de hemácias e plaquetas. No sentido mais literal que existe, doações que estão salvando a minha vida. Por isso, gostaria de pedir a quem quiser/puder, que me ajude e, consequentemente, ajude outras pessoas com o simples gesto de doar. Pra isso, é só chegar no Fujsan e dizer que quer doar hemácias e plaquetas pra Marina Alves Bezerra. Me disseram que precisa só do nome mesmo, mas se perguntarem mais alguma coisa, lá vai: Nasc 11/04/1989 / CPF: 037.610.203-92 / Inertada no setor de oncologia do Hospital da Unimed. Soube que plaquetas só podem ser doadas por homens, com veias calibrosas. Mas hemácias é uma doação de sangue “normal”. Outra coisa. Soube hoje pelo médico que me acompanha, que além do tratamento de quimioterapia já iniciado, vou precisar de um transplante de medula. Como não tenho irmãos, as cha

Irmão do prefeito de Caucaia e candidato a reeleição, Naumi Amorim, teria sido preso suspeito de crime eleitoral com grande quantidade de dinheiro. Polícia Federal não confirma prisão

 A abordagem foi realizada pela Polícia Civil e por se tratar de possível ilícito eleitoral. Ele teria sido encaminhado para a Polícia Federal juntamente com três secretários da Prefeitura. Além do dinheiro, cerca de 1 milhão de reais, foram apreendidos “Livros-caixas” da contabilidade. Por enquanto não foi confirmada a prisão pela Polícia Federal. Segundo a assessoria de imprensa do órgão, se foi para a PF, tem todo um procedimento de formalidades, desde ouvir o conduzido, testemunhas, analise do que foi apreendido etc. A PF não informa nome de pessoas. O site Ceará é Notícia entrou em contato com a Assessoria de Imprensa do candidato a fim de saber se o mesmo vai se manifestar. 

Boletim de saúde sobre Normando Sóracles

 Boletim manhã 05/12 Normando Soracles segue internado na UTI do hospital São Camilo em Fortaleza onde deu entrada na noite do dia 01/12. Encontra-se sedado, se mantendo clinicamente estável após intubação orotraqueal realizada na manhã do dia 03/12. Apresentou melhora significativa do quadro respiratório e dos exames laboratoriais em comparação ao dia anterior. Mantendo-se sem febre e sem leucocitose. Vem respondendo satisfatoriamente a pronação (técnica que consiste em alternar a posição de deitada) mais conhecida como "posição do nadador". Novos exame serão realizados ao fim desta tarde.   Seguimos cada vez mais confiantes na sua plena recuperação. Tendo a convicção plena que Deus é conosco!