Pular para o conteúdo principal

No Dia do Idoso (27/9), SESI Ceará orienta sobre prevenção de doenças

 


Com o aumento da expectativa de vida no Brasil, fica cada vez mais evidente que a prevenção de doenças é importante para as pessoas que se encontram na terceira idade. No Dia do Idoso (27/9), o SESI Ceará reforça sua preocupação em oferecer serviços e estruturas de qualidade com foco com as necessidades e peculiaridades deste público. Além de ressaltar a importância de adquirir hábitos saudáveis precocemente, para ter uma velhice mais feliz e produtiva.


De acordo com Laurinda Melo, médica clínica e examinadora do Sesi Ceará, em Sobral, com o envelhecimento, diversos processos fisiológicos sofrem importantes alterações, como o aumento da fragilidade óssea, enfraquecimento do sistema imunológico, anormalidades cardíacas, vasculares e neurológicas. 

Assim, entre as principais doenças que afetam os idosos, destacam-se: osteoporose, hipertensão arterial, diabetes, infarto, insuficiência cardíaca, AVC, câncer, quadros demenciais, como Alzheimer, e infecções em geral, que nesta faixa etária costumam exigir mais atenção. “Além destas, é importante também mencionar o aumento dos riscos de quedas com fraturas graves, que podem causar um grande impacto na qualidade e expectativa de vida desta população”, aponta a médica.


O SESI Ceará oferta consultas e teleconsultas com médicos clínicos, psiquiatras, oftalmologistas e, outras especialidades, além de nutricionistas, psicólogos. Disponibiliza, ainda, diversos exames a preços acessíveis, como laboratoriais, mamografia, radiografias, eletrocardiograma, audiometria e muitos outros. “Destaco também a equipe de educadores físicos, com atividades esportivas adequadas ao público idoso”, declara Laurinda.


Cuidado em foco


Aos 73 anos, o aluno do SESI Ceará, Altamiro de Souza Gomes, conta que sempre fez atividade física, mas há dez anos se dedica de forma mais regular. Já praticou várias atividades, porém a que mais gosta é a musculação. “Não sei dizer exatamente o porquê, mas me sinto bem e com uma firmeza maior nos braços e pernas. Já estou há um bom tempo no SESI e gosto de tudo por lá. Ambiente arborizado, espaço grande e confortável, mas o que eu gosto mesmo é o atendimento das pessoas. Isso engloba instrutor, recepcionista, enfim todas as pessoas em geral. Sem contar que considero os maquinários, piscina tudo muito bom. Limpo e conservado”, detalha o idoso.

O aposentado Necy Alves, 79 anos, também conta que sempre praticou atividades e, atualmente, está há cinco anos na hidroginástica no SESI Ceará. “Acho o atendimento espetacular”, relata, destacando que além da atividade aquática gosta muito de leitura e fazer churrasco.

Dicas da médica clínica e examinadora do Sesi Ceará Laurinda Melo para prevenir doenças na 3ª idade:

- Procurar ter hábitos alimentares saudáveis

- Praticar atividade física regularmente 

- Manter-se social e intelectualmente ativo

- Combater o tabagismo

- Caso consuma bebida alcoólica, que sua ingestão seja moderada

- Realizar avaliações médicas regularmente para detectar precocemente as doenças, acompanhar e fazer ajustes necessários no tratamento

- Manter as vacinas em dia

- Prevenir a ocorrência de quedas, seja com uso de calçados antiderrapantes, ajustes no mobiliário, instalação de corrimão etc.

- Cuidar da saúde bucal


Serviço

SESI Ceará

www.sesi-ce.org.br

(85) 4009-6300



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ajudem a jornalista Marina Alves- TV Verdes Mares

 Oi, gente! Boa noite! Os últimos dias de tratamento foram bem difíceis, por isso fiquei mais ausente por aqui. Agora, começo a recuperar um pouco as forças com a ajuda de transfusões de hemácias e plaquetas. No sentido mais literal que existe, doações que estão salvando a minha vida. Por isso, gostaria de pedir a quem quiser/puder, que me ajude e, consequentemente, ajude outras pessoas com o simples gesto de doar. Pra isso, é só chegar no Fujsan e dizer que quer doar hemácias e plaquetas pra Marina Alves Bezerra. Me disseram que precisa só do nome mesmo, mas se perguntarem mais alguma coisa, lá vai: Nasc 11/04/1989 / CPF: 037.610.203-92 / Inertada no setor de oncologia do Hospital da Unimed. Soube que plaquetas só podem ser doadas por homens, com veias calibrosas. Mas hemácias é uma doação de sangue “normal”. Outra coisa. Soube hoje pelo médico que me acompanha, que além do tratamento de quimioterapia já iniciado, vou precisar de um transplante de medula. Como não tenho irmãos, as cha

Endereços dos cines pornôs gays no Centro de Fortaleza

 ENDEREÇO DOS CINES DE FORTALEZA (CE) ☆CINE ARENA RUA MAJOR FACUNDO 1181 ☆CINE AUTORAMA RUA MAJOR FACUNDO 1193 ☆CINE MAJESTICK RUA MAJOR FACUNDO 866 ☆CINE SECRET RUA METON DE ALENCAR 607 ☆CINE SEDUÇÃO  RUA FLORIANO PEIXOTO 1307 ☆CINE IRIS  RUA FLORIANO PEIXOTO 1206 CONTINUAÇÃO ☆CINE ENCONTRO RUA BARÃO DO RIO BRANCO 1697 ☆CINE HOUSE RUA MENTON DE ALENCAR 363 ☆CINE LOVE STAR RUA MAJOR FACUNDO 1322 ☆CINE VIP CLUBE RUA 24 DE MAIO 825 ☆CINE ECLIPSE RUA ASSUNÇÃO 387 ☆CINE ERÓTICO RUA ASSUNÇÃO 344 ☆CINE EROS RUA ASSUNÇÃO 340

Idomed Canindé realiza capacitação de profissionais da saúde sobre acolhimento e humanização do atendimento no SUS

  Os profissionais da saúde da atenção básica no município de Canindé, além dos profissionais que atuam na Central de Marcação do município e na Central de Abastecimento Farmacêutico, participaram de capacitação sobre acolhimento e humanização do atendimento no Sistema Único de Saúde (SUS), na última semana. O evento aconteceu no auditório do  Instituto de Educação Médica Idomed Canindé em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Canindé e com o Ciclo Permanente de Educação Continuada da Faculdade Estácio de Canindé. Segundo o professor Dr. Orleâncio Gomes Ripardo de Azevedo, coordenador do programa de extensão do Idomed de Canindé, a capacitação é um importante passo para o fortalecimento dos trabalhos da rede pública de saúde. “Esse tipo de ação de aprimoramento que estamos proporcionando aos profissionais da saúde irá beneficiar todos, principalmente a população que utiliza os serviços de saúde pública”, explica. A diretora da unidade de Canindé, Iael Marinheiro, explica que