segunda-feira, 3 de abril de 2017

AMANHÃ: Cine Nordeste estreia em Fortaleza valorizando o cinema regional

De 4 e 16 de abril, a CAIXA Cultural Fortaleza recebe mostra dedicada ao cinema nordestino, com 8 longas e 22 curtas-metragens inéditos, além de debates entre profissionais do audiovisual

Cena do filme Lamparina da Aurora, de Frederico Machado
A CAIXA Cultural Fortaleza apresenta, de 4 a 16 de abril de 2017, a primeira edição do Cine Nordeste. Com o objetivo de apresentar um panorama do cinema realizado no Nordeste e promover uma reflexão sobre os rumos do cinema nordestino contemporâneo, o projeto conta com a exibição gratuita de filmes de longas e curtas-metragem, além de debates com cineastas, realizadores e demais profissionais da área do audiovisual.

Apesar do público ter pouco acesso ao cinema regional, nos últimos anos, o cinema realizado no Nordeste tem alcançado amplo desenvolvimento, a partir da produção de curtas e longas-metragens que tem destacado a região no panorama da produção audiovisual contemporânea brasileira. Em 2016, tivemos o destaque do filme Aquarius, de Kleber Mendonça Filho, concorrendo à Palma de Ouro no Festival de Cannes, e Boi Neon, de Gabriel Mascaro, ao Prêmio Goya, da Espanha. 

O cinema pernambucano é apenas um exemplo da frondosa safra do cinema nordestino, que revela muitos aspectos. Bezerra de Menezes e As mães de Chico são exemplos da diversidade temática do cinema cearense e o filme-fenômeno de Halder Gomes, Cine Holliúdy, relembra como o humor é forte em nossas raízes, reverberando ainda com O Shaolin do Sertão, filme recém-lançado com estreia inclusive na capital cearense.

Tivemos filmes com exibições em renomados festivais internacionais, como Rotterdam, BAFICI, Locarno, Berlim, Veneza e Cannes como Depois da chuva, de Claudio Marques e Marília Hughes, Os Monstros, do Coletivo Alumbramento. Nos festivais de cinema no Brasil, os filmes nordestinos também possuem destaque, com exibições e premiações nos principais festivais do Brasil, desde os mais tradicionais, como Brasília, Gramado e Festival do Rio, aos mais alternativos, como a Mostra de Tiradentes, Semana dos Realizadores, Olhar do Cinema e a Mostra do Filme Livre.

Assim, o Cine Nordeste chega para transmitir esse momento efervescente para o público, por meio de uma curadoria organizada pelo professor e realizador Marcelo Ikeda. “O cinema realizado no Nordeste tem passado por diversas transformações nos últimos anos. Se o cinema nordestino era identificado especialmente por suas temáticas regionalistas, relacionadas ao sertão, à seca ou ao cangaço, por exemplo, nos últimos anos a produção local tem assumido um olhar mais diversificado, incorporando características plurais”, aponta o curador.

O curador explica, ainda, que a Mostra pretende levar ao conhecimento do público a diversidade nos modos de produção do cinema realizado no Nordeste hoje. "Teremos filmes de todos os estados da Região Nordeste, pois uma de nossas principais preocupações é refletir sobre as semelhanças e diferenças entre os contextos locais. Também estamos interessados em investigar as possibilidades expressivas da produção do interior do Nordeste, em pensar as ações de descentralização dessa produção”, frisa Ikeda.

A programação do Cine Nordeste é gratuita.
Serviço:

Cinema: Cine Nordeste
Local: CAIXA Cultural Fortaleza
Endereço: Av. Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema
Data: 4 a 16 abril de 2017
Horários: Consultar programação no site www.mostracinenordeste.com.br
Entrada Gratuita
Acesso para pessoas com deficiência e assentos especiais

Informações gerais | Bilheteria da CAIXA Cultural Fortaleza: (85) 3453-2770
Enviar

Deixe seu comentário: