quinta-feira, 4 de maio de 2017

Icó corrige data de Emancipação Política e celebra 279 anos nesta quinta (04)


Uma nova data para uma secular celebração. O Dia do Município de Icó, antes 25 de outubro, agora é dia 04 de maio, somando-se ao todo seus 279 anos.
A celebração da Emancipação Político Adiministrativa foi alterada após uma correção oficializada pela Emenda Moficativa nº 01/2016 à Lei Orgânica do Município de Icó, que modificou parte da redação do artigo 18, onde o Dia do Município, considerado feriado municipal, passou de 25 de outubro para 04 de maio. 
PROGRAMAÇÃO - Nesta quinta-feira [04], a programação do Dia do Município tem início a partir das 7h, com o hasteamento das bandeiras do Icó, Ceará e Brasil na antiga Casa de Câmara e Cadeia, no Largo do Théberge. No local, às 7h30, haverá a cerimônia dos "parabéns" e do corte do bolo.
Ao final da tarde, às 17h, haverá uma missa solene na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Expectação, seguido de uma noite cultural, às 18h, com feiras de artesanato e gastronomia e tendas interativas no Largo do Théberge.
PRIMEIRA LOCALIDADE EMANCIPADA DO SERTÃO DO CEARÁ - A mudança da data de Emancipação é uma correção histórica e que teve a mobilização do pesquisador da História de Icó, Altino Afonso Medeiros, e de colaboradores da comunidade icoense e instituições locais.
Neste interstício de mobilização, entre reuniões e juntada de documentação que abalizasse esta mudança, um intercâmbio de experiência foi realizado em maio de 2014 na cidade de Tauá-CE, qua na época também havia retificado sua data de celebração do Dia do Município.
A retificação considera a data de Emancipação local quando, de fato, o Icó, trasnforma-se de Arraial de Nossa Senhora do Ó em Vila do Icó, com a instalação da mesma em 04 de maio de 1738, em solenidade presidida pelo ouvidor do Ceará, Victorino Pinto da Costa Mendonça, após a Vila haver sido criada em 20 de outubro de 1736 por Dom João V.
A data de 04 de maio de 1738 enquanto emancipação é reafirmada em documentos coletados por Dr. Pedro Théberge, em sua obra "Extractos dos Assentos do Antigo Senado do Icó, desde 1738 até 1835". De fato, após Aquiraz e Fortaleza, ambas litorâneas, Icó foi a primeira Vila instalada do Sertão da Capitania do Ceará.
Vale destacar o senado diz respeito à Câmara Municipal de Icó, instalada juntamente com a Vila, por ser o corpo político-administrativo da época. A data de 1738 também aponta para a data do início dos trabalhos da Câmara, que criava normativas a nível local que reforçavam o sentido de autonomia da recém-criada Vila.
Enviar

Deixe seu comentário: