quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Cineteatro São Luiz celebra o Dia do Audiovisual Cearense com lançamento de filmes, videoclipes e homenagem ao Cineasta Hermano Penna

O Cineteatro São Luiz promove, pelo terceiro ano consecutivo, a Semana do Audiovisual Cearense, programação alusiva ao Dia do Audiovisual Cearense, 15 de outubro, data em que foi exibido o primeiro filme realizado por um cearense, Adhemar Albuquerque, em 1924.

A programação da Semana do Audiovisual Cearense, que acontecerá nos dias 10, 11 e 13 de outubro, será composta pelo lançamento de dois filmes - um de curta-metragem e outro de longa metragem -, exibição de videoclipes de artistas cearenses e uma homenagem ao cineasta Hermano Penna, que terá quatro filmes de sua autoria exibidos na tela do São Luiz, entre eles o inédito “Eu, Zé Pilintra”, e o consagrado “Sargento Getúlio”, vencedor dos festivais de Gramado e Havana, entre outros prêmios e indicações.

“A Semana do Audiovisual Cearense se constitui como um espaço privilegiado da nossa produção, contando com lançamentos de filmes e retrospectivas que demonstram, de forma direta e inequívoca, a qualidade e o vigor de nossa cinematografia”, assinala Duarte Dias, Programador e Curador do Cinema do Cineteatro São Luiz. “Nesse sentido destaco, ao longo das edições anteriores, o lançamento do primeiro longa-metragem de animação cearense, “13 – Um dia que mudou o mundo”, de Sinfrônio Lima Neto, e também de “Rita de Redenção”, de Cássio Araújo, e “O Último Trago”, de Pedro Diógenes, Ricardo Pretti e Luiz Pretti, vencedor de prêmios no Festival de Brasília, além de uma série de filmes de curta-metragem cearense, inclusive os patrocinados pela Secretaria da Cultura por intermédio do Edital Ceará de Cinema e Vídeo, cuja primeira edição foi em 2001”, ressalta Duarte Dias.

A Semana do Audiovisual Cearense também dará destaque a produção de videoclipes de realizadores locais, que terão suas obras exibidas pela primeira vez na tela do São Luiz. A iniciativa, que resultou em uma chamada pública feita em parceria com a TVC, que também exibe os videoclipes em sua grade de programação,  “... é uma ótima oportunidade de conhecer não só o trabalho dos realizadores que se dedicam a esse nicho de produção audiovisual, mas também de apreciar a produção musical das novas e antigas gerações de artistas cearenses ou daqueles aqui radicados”, salienta Duarte Dias, informando ainda que os videoclipes passarão a compor a programação de cinema do Cineteatro São Luiz a partir de 2018, sendo exibidos sempre no início de cada sessão de cinema.

Dia do Audiovisual Cearense

O Dia do Audiovisual Cearense é comemorado em 15 de outubro, data em que Adhemar Albuquerque exibiu o primeiro filme devidamente creditado a um cearense, o 'Temporada de futebol maranhense no Ceará'. Corria o ano de 1924. O filme de curta-metragem foi exibido no Cine Moderno, que ficava na Praça do Ferreira e era de propriedade de Luiz Severiano Ribeiro, que anos depois construiria o São Luiz. Esta é a terceira vez que a Secult, através do Cineteatro São Luiz, faz uma programação alusiva a data. A primeira vez foi em outubro de 2015.

Programação:

Dia 10/10

16h: Mostra de Videoclipes Cearenses, Vários | Musical | Classificação Indicativa: Livre | Entrada Franca

19h: Lançamento do filme de longa metragem O Meliante, de João Mateus (Zé Bolão) | Ficção | Comédia | Classificação Indicativa: 16 anos | Entrada Franca

Sinopse:Eduardo, vulgo Meliante, escapa da prisão. Aterrorizada pelo sensacionalismo da mídia, a população de Antônio Diogo se vê refém do perigo. Sibly, filha da juíza, por não conseguir chamar a atenção da mãe de maneira nenhuma, acaba encontrando no fugitivo sua única e verdadeira amizade.

Dia 11/10

16h: Lançamento do documentário de longa metragem Eu, Zé Pilintra, de Hermano Penna | Documentário | Classificação Indicativa: 14 anos | Entrada Franca

Sinopse: O documentário conta, por meio de testemunhos de alguns membros de terreiros antigos de candomblé, a história da entidade no imaginário popular.

19h: Lançamento do filme de curta-metragem Diz a Lenda, de Márcio Del Picchia | | Ficção | Drama | Classificação Indicativa: Livre | Entrada Franca

Sinopse: Um senador vaidoso convida seus pares para a “5ª reunião da celebração anual da aliança republicanista”. Mas a lista de penetras e o talento de uma dupla de repentistas acabam transformando a esbórnia dos políticos em um verdadeiro vexame para o anfitrião com direito a escândalos bem típicos dos tempos que vivemos hoje no Planalto Central.

Dia 13/10

14h: Aos Ventos que Virão, de Hermano Penna | Ficção | Drama | Classificação Indicativa: 14 anos | Entrada Franca

Sinopse: Zé Olímpio é um cangaceiro que, após o bando de Lampião ser dizimado, precisa fugir para a cidade de São Paulo. Tempos depois, ele retorna ao Nordeste e logo se torna político, descobrindo a corrupção e a injustiça ao ver um juiz impedir que seus eleitores possam votar. Revoltado, ele passa a ter atitudes agressivas como forma de protesto.

16h: Zé de Julião, muito além do cangaço, de Hermano Penna | Documentário | Classificação Indicativa: 12 anos | Entrada Franca

Sinopse: Sendo um jovem muito rico, ele decidiu se tornar cangaceiro aos 30 anos, e logo após se tornou um grande empreiteiro e líder político respeitado em Sergipe. Por conta de suas posições e opiniões incisivas, entrou em confronto com diversos coronéis da região, o que colocou um ponto final em sua trajetória.

19h: Sargento Getúlio, de Hermano Penna | Ficção | Drama | Classificação Indicativa: 14 anos | Entrada Franca

Sinopse: A história de Getúlio, um rude sargento que tem a missão de levar um prisioneiro, que é inimigo político de seu chefe de Paulo Afonso a Aracaju. No meio do caminho, em virtude de uma mudança no panorama político, o sargento recebe a ordem para soltar o prisioneiro.

Serviço:

Evento: Semana do Audiovisual Cearense

Data: 10, 11 e 13 de outubro

Local: Cineteatro São Luiz (Praça do Ferreira - Centro)

Entrada: Gratuita
Enviar

Deixe seu comentário:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.