domingo, 1 de outubro de 2017

Escola municipal de Caucaia é a única do estado com certificação UNESCO

 Na tarde desta quarta-feira (27/9), a secretária de Educação de Caucaia, professora Lindomar Soares, participou do XXIII Encontro Nacional do Programa das Escolas Associadas do Brasil, iniciativa da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). O evento aconteceu em Foz do Iguaçu, Paraná, e certificou uma escola do município - a única do estado - como associada da organização.
Trata-se da Escola de Ensino Infantil e Ensino Fundamental (EEIEF) Manoel Rocha, situada no bairro Conjunto Nova Metrópole. Para garantir a certificação, os alunos criaram um projeto a partir da necessidade de combater o Aedes aegypti. Eles visitaram comunidades da localidade com ações de combate ao mosquito. Além disso, foram realizados trabalhos dentro da escola para sensibilizar os colegas.
"Em matemática, por exemplo, foram desenvolvidas estatísticas de infestação. Já em língua portuguesa, foram elaboradas redações, cartazes, paródias e até encenações de teatro", comenta a coordenadora de Programa e Projetos da Secretaria Municipal de Educação (SME), Andrea Herculano, que também esteve presente no evento.

Titular da pasta, Lindomar comemora a certificação. “Ter um projeto reconhecido pela Unesco é formidável. É a comprovação de que estamos no caminho certo e de que a união entre alunos e a gestão municipal tem um grande potencial", comenta.
O PROGRAMA
O Programa de Escolas Associadas da Unesco (PEA, conhecido como Associated Schools Project Network ou ASPnet, em inglês) foi criado em 1953 com o objetivo de trabalhar a ideia da cultura e da paz.
As certificações do programa são concedidas mediante candidaturas enviadas para a coordenação nacional da Unesco em São Paulo. Já a verificação do cumprimento dos pré-requisitos necessários para a aprovação são feitas pelo escritório da Organização em Paris.
O estabelecimento de ensino associado recebe um certificado internacional de escola membro e tem o direito de utilizar a logo do PEA e do Ano Internacional em vigor. Além disso, pode receber materiais produzidos pela Unesco e participar de concursos internacionais lançados pela Organização. O programa também contempla a possibilidade dos alunos serem convidados para viagens internacionais.

Enviar

Deixe seu comentário:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.