segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Cearáportos e Startall são novas sócias da AECIPP

A Associação das Empresas do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (AECIPP) comemora a adesão de mais duas associadas: a Companhia de Integração Portuária do Ceará – Cearáportos e o Grupo Empresarial Startall. Ao todo, em dois anos de atividades, a AECIPP já soma 26 empresas associadas. "Em 2017 avançamos muito em novos serviços e parcerias. Essas oito novas sócias são um indicativo que estamos no caminho certo para atender às demandas dos associados e trabalhar pelo crescimento do CIPP como um todo", ressalta o diretor executivo da associação, Marcus Borges.

Com sede localizada em São Bernardo do Campo (SP), o Grupo Empresarial Startall atua em várias atividades de apoio as operações produtivas, manutenção e administrativas, desde a construção de novas unidades industriais/prediais, manutenções preventivas e corretivas de plantas/sites e equipamentos já existentes. Tem um efetivo atual de 208 colaboradores atuantes na Companhia Siderúrgica do Pecém, onde atuam desde janeiro de 2016. São profissionais com experiência de mais de 15 anos na prestação de serviços para indústrias, com experiência em plantas produtivas nos seguintes ramos: automobilístico, construção civil e siderúrgica. “Nosso desafio é propor ao mercado soluções completas, com agilidade, performance e segurança. Numa visão global e total respeito ao meio ambiente. Temos agilidade e flexibilidade para apoiar sua operação e agregar valor nos serviços prestados à vossa empresa.”, explica Izaac Araujo, gestor da empresa.

Já a Cearáportos, vinculada à Secretaria do Desenvolvimento Econômico do Ceará, possui como objetivo a construção, reforma, ampliação, melhoria, arrendamento e exploração de instalações portuárias e daquelas destinadas ao apoio e suporte de transporte intermodal, bem como a prestação de serviços correlatos, observada a legislação pertinente, os critérios econômicos de viabilização dos investimentos e a estratégia de desenvolvimento econômico e social do Estado.
Enviar

Deixe seu comentário:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.