sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Plantio de mudas no Parque do Cocó marca ação de Carbono Zero do O2017, neste domingo (05)

O Encontro ocorrerá 6 a 8 de novembro, no Centro de Eventos do Ceará  

Fortaleza recebe, de 6 a 8 de novembro, a VIII edição do Encontro Intercontinental sobre a Natureza – O2. O evento é uma realização do Instituto Hidroambiental Águas do Brasil - IHAB e ocorre, no Centro de Eventos do Ceará. Como início do encontro, será realizado  um plantio de mudas nativas na área do Parque Estadual do Cocó. A atividade servirá para zerar as emissões de carbono que ocorrerão durante o evento, o chamado Carbono Zero. Isso significa que a queima de gases do efeito estufa durante o evento será compensada com o plantio, uma espécie de balança ecológica.   

O plantio de mudas terá representantes do Instituto Hidroambiental Águas do Brasil (IHAB), do Governo do Estado, da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB), da C. Rolim Engenharia e da OSCIP Prima Mata Atlântica.  Em 2017, o O2 terá como tema central “Governança da Água e Segurança Hídrica para Usos Múltiplos”. As inscrições estão abertas e podem ser realizadas pelo site: http://www.ihab.org.br/o2017/.    

“O encontro reúne pessoas do Ceará e diversas partes do mundo que estão interessadas no futuro do planeta, no que diz respeito à água, terra, floresta e ar. O foco principal é a água, pois sem ela não há vida. A partir disso, são apresentadas discussões de temas transversais, por meio de trabalhos sistêmicos. Em suma, o Oreúne pessoas que pensam globalmente e agem localmente a fim de melhorar essa relação homem-natureza”, explica Clodionor Araújo, presidente conselho estratégico do IHAB e coordenador do O2.  

A programação é voltada para engenheiros, geólogos, geógrafos, agrônomos, pesquisadores, jornalistas, empresários, lideranças políticas, estudantes e pessoas comprometidas com o assunto. O O2 é um encontro bianual com sede permanente em Fortaleza buscando despertar na sociedade o interesse pela proteção da água, do meio ambiente, do turismo ecológico, da eco arte cultura, com discussões de questões de desenvolvimento sustentável, ressaltando as atuais condições, os estudos e experiências realizadas e as ações a serem implantadas e implementadas para o manejo geoecológico da natureza no nível local e global.   
O evento é composto por conferência, mesa redonda, fórum de líderes, cursos, oficinas  e apresentação de casos exitosos com visão sistêmica, em temas variados como gestão das águas, construção sustentável e reuso de águas para fins potáveis. Além disso, ocorre exposição de estandes, balcões de artesanato e o evento Eco Arte e Cultura.   

A Conferência Magna, que ocorrerá no dia 6 de novembro, às 18 horas, será proferida pelo Dr. Oscar de Moraes Cordeiro Netto, professor da Universidade de Brasília (UNB), ex-diretor da Agência Nacional de Águas (ANA) e ex-presidente da ABRH (Associação Brasileira de Recursos Hídricos) que será condecorado como Embaixador Opara a Natureza 2017 e terá Francisco Teixeira, Secretário de Recursos Hídricos do Ceará, como presidente.  
Um dos destaques da programação será o Fórum de Líderes Internacionais, que reunirá representantes de diversos países para discutir “Os Futuros da Água e Soluções – Procurando os Caminhos para atingir a Segurança Hídrica em 2030/2050”. O espaço será coordenado por Alberto Palombo, Secretário Executivo da Rede Interamericana de Recursos Hídricos (RIRH). 

Dentro do O2, ocorrerá ainda a 8ª edição do Eco Arte e Cultura, evento promove e conscientiza ecologicamente a população em geral, através do dialogo das artes integradas com a ecologia. Ao longo dos três dias, os participantes verão feira de artesanato com produtos naturais, oficinas, exposição fotográfica, apresentações musicais, mostra de vídeos e exposições.   

O O2 e suas iniciativas complementares reunirão lideranças empresariais e políticas, executivos de organizações públicas, privadas e da sociedade civil, cientistas, pesquisadores, professores e educadores, entidades culturais, estudantes, artistas de diversas linguagens e interessados nas questões ambientais para apresentarem alternativas de como preservar a natureza, como resultado do Dialogo do Futuro da Água no Brasil, Cenários de Segurança Hídrica a 2030 – 2050.  Oé uma iniciativa do Instituto Hidroambiental Águas do Brasil - IHAB, com planejamento e organização da RESULT e promoção da Rede Interamericana de Recursos Hídricos - RiRH – WRN  e do Rotary Distrito 4490. 

O patrocínio é do Banco do Nordeste - BNB, Governo Federal, por meio do Ministério da Cultura, Governo do Ceará, por meios das Secretarias da Casa Civil, Secretaria da Cultura, Secretaria do Meio Ambiente do Estado do Ceará – SEMA e Secretaria dos Recursos Hídricos do Estado do Ceará – SRH, Sistema FIEC e Agência de Desenvolvimento do Ceará - ADECE. O evento tem apoio da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará - FAEC, Serviço Nacional de Aprendizagem Rural - SENAR, Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos - COGERH e Sindicato dos Engenheiros no Estado do Ceará – SengeCE.   
Enviar

Deixe seu comentário:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.