segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Ironman - Triatleta sofreu afogamento após isquemia cardíaca

O atleta do Ironman, Genilson Lima, de 48 anos, morreu por afogamento após sofrer uma isquemia cardíaca enquanto estava no mar, segundo laudo divulgado pela Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), nesta segunda-feira (4).
O atleta desapareceu no mar no último dia 26. Seu corpo, no entanto, só foi encontrado durante a tarde do dia 27, no bairro Moura Brasil, em Fortaleza. O cadáver estava a aproximadamente 200 metros de distância, na zona de arrebatamento das ondas. Genílson competia na prova de natação, a primeira do Ironman, que ainda conta com ciclismo e corrida. 
O resultado do laudo foi encaminhado para o 34º Distrito Policial, delegacia responsável pela investigação do caso. Ainda segundo a Pefoce, para determinar a causa da morte, o Núcleo de Patologia Forense examinou amostras biológicas de órgãos da vítima. O laudo é resultado do trabalho conjunto de equipes de profissionais das Coordenadorias de Medicina Legal (Comel) e de Análises Laboratoriais Forenses (Calf) da Pefoce. 
Conforme a Pefoce, a isquemia cardíaca ocorre quando há a redução do fluxo de sangue pelas artérias coronárias. Ainda conforme o laudo, não há como precisar em que momento da prova o atleta passou mal. 
Com informações do Portal C News.
Enviar

Deixe seu comentário:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.