Artigo - política - O Núcleo da Terceira Via Liberal-Social do Ceará: Danilo Forte e Moroni Torgan

O diretório estadual do Democrata começa a construir o novo projeto político-eleitoral, que terá a missão de ser o fiel da balança, numa disputa da situação contra oposição, nas eleições de 2018, no estado do Ceará. O deputado federal Danilo Forte vai reorganizar o campo centrista cearense, com a sua nova agremiação partidária (Democrata), como força motriz e aglutinadora de outras agremiações partidárias. O vice-prefeito de Fortaleza, o ex-deputado federal Moroni Torgan (DEM), já começa a demonstrar simpatia por sua pré-candidatura ao Senado.

O condomínio político-administrativo do governador Camilo Santana tem três partidos (PT-PDT-PMDB) garantidos na chapa majoritária, para as eleições de 2018, no Ceará: candidato a governador, candidato a vice-governador e dois candidatos ao Senado. O Democrata não deseja ser coadjuvante nesse processo eleitoral, com isso deverá pressionar o chefe do executivo da administração pública estadual, para fazer parte da chapa majoritária governista ou pelo direito de fazer a indicação do futuro candidato da situação à prefeito de Fortaleza, nas eleição de 2020.

O presidente regional do DEM, o empresário Chiquinho Feitosa, e o vice-prefeito fortalezense, o ex-deputado Moroni Torgan, irão indicar o deputado federal Danilo Forte, como o principal interlocutor da agremiação partidária perante o governador Camilo Santana (PT). O presidente da Câmara, o parlamentar demista Rodrigo Maia (RJ), já garantiu ao staff político-administrativo camilista-cidista o seu apoio nas eleições de 2018. Rodrigo Maia deverá manter um diálogo pertinente com a executiva estadual do PSDB (Tasso Jereissati), para o caso de espaço reduzido de sua agremiação partidária, na chapa majoritária de reeleição do governador Camilo Santana (PT). 

O Democrata secção cearense tem compreensão da viabilidade da pré-candidatura ao Congresso Alto (Senado) do democrata Moroni Torgan, no próximo ano. O DEM é parceiro administrativo-eleitoral do prefeito de Fortaleza, o pedetista Roberto Cláudio, com a participação efetiva do deputado federal Danilo Forte, como articulador político do Governo Federal, capaz de trazer recursos financeiros a prefeitura de Fortaleza. O presidente da FIEC, o empresário Beto Studart, já mantém um bom diálogo, com a executiva estadual do DEM, mas  ainda sem a decisão final de filiação.

Luiz Cláudio Ferreira Barbosa sociólogo e consultor político 

Veja mais>

http://luizclaudioferreirabarbosa.blogspot.com.br/2017/12/o-nucleo-da-terceira-via-liberal-social.html

Nenhum comentário:

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.

Tecnologia do Blogger.