Adel lança projeto Jovens Empreendedores e Protagonistas para adolescentes de 14 a 17 anos

Visando o desenvolvimento e a formação empreendedora de jovens entre 18 e 32 anos que vivem em comunidades rurais sob situação de vulnerabilidade, a Agência de Desenvolvimento Econômico Rural (Adel) criou, em 2009, o Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER). A partir de março deste ano, em sua nova fase, o Programa ampliará sua abrangência para atender também cerca de 400 adolescentes de 14 a 17 anos de escolas públicas do interior do Ceará.

Trabalho, renda e mobilidade social são temas que, desde cedo, os jovens que vivem em comunidades rurais começam a refletir. A escola, enquanto instituição de socialização e formação de futuros profissionais e cidadãos, deve cumprir o papel de se aproximar das comunidades, adotando a educação contextualizada, na qual os estudantes aprendem sobre o conteúdo formal considerando aspectos geográficos, históricos, econômicos e culturais dos lugares onde vivem e desenvolvem competências para criar a partir das oportunidades soluções para os desafios locais. Assim, a Adel, em parceria com a Secretaria de Estado de Educação (Seduc), incluiu a escola como espaço essencial estratégico no PJER, aproximando estudantes, professores, gestores educacionais e toda a comunidade escolar.

Ficar para crescer
O Programa apoia jovens rurais, que, comumente, se veem obrigados a deixar suas comunidades em busca do que seria um futuro melhor. O PJER os auxilia na descoberta de novas possibilidades dentro de seus próprios territórios, por meio de projetos que estimulam o empreendedorismo e o desenvolvimento local. “Um dos nossos principais objetivos é que os jovens permaneçam no meio rural, como agentes de transformações positivas”, afirma Adriano Batista, cofundador e diretor executivo da Adel. Alcançar adolescentes na escola formal é uma estratégia para iniciar a discussão sobre trajetórias e projetos de vida desde cedo. Entre 14 e 17 anos, eles e elas já são influenciados sobre as perspectivas relacionadas à vida no meio rural. “É um investimento estratégico na preparação de jovens, enquanto ainda são estudantes do fim do Ensino Fundamental e do Ensino Médio, para que possam ter acesso a mais informação e, assim, fazerem melhores escolhas para o futuro”, destaca Gláucio Gomes, diretor de desenvolvimento da Adel.

O projeto
Resultado de parcerias firmadas em 2018, com a Unesco (United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization)  e com o Conselho de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente do Ceará (CEDCA/CE), o projeto Jovens Empreendedores e Protagonistas Rurais nas Escolas, que é parte do portfólio de ações do Programa Jovem Empreendedor Rural (PJER), atua em escolas dos municípios cearenses de Pentecoste, Apuiarés, São Gonçalo do Amarante e General Sampaio. O projeto consiste em oficinas com estudantes e professores de escolas formais do Semiárido cearense, a partir da estratégia de introduzir temas como convivência sustentável, desenvolvimento local, empreendedorismo rural de jovens, protagonismo social, direitos humanos e convivência com o clima da região. São apresentados conceitos, ferramentas e abordagens, com o intuito de incorporar nos conteúdos formais e no dia a dia escolar valores e práticas relacionadas aos temas citados.

Sobre a Adel
A Agência de Desenvolvimento Econômico Local (Adel) foi criada em 2007 por jovens filhos de agricultores, que se formaram na capital do Estado e retornaram para suas comunidades, aplicando os conhecimentos adquiridos. Localizada em Pentecoste (CE), a Adel é uma organização sem fins lucrativos, que desenvolve projetos no Ceará (em Pentecoste, Apuiarés, General Sampaio, Tejuçuoca, São Luís do Curu, Paracuru, Umirim, Sobral, Caucaia, São Gonçalo do Amarante, Amontada, Nova Jaguaribara e Itarema) e no Rio Grande do Norte (em João Câmara e São Miguel do Gostoso). 
Referência nacional em estratégias de desenvolvimento no meio rural, o trabalho da agência foca na aliança entre quatro eixos que formam uma rede de apoio aos novos empreendedores: conhecimento (por meio de oficinas, assistência e consultoria técnica), crédito orientado (com a oferta de pequenos empréstimos), redes cooperativas (a partir dos arranjos produtivos e comerciais) e tecnologias da informação (através de tecnologias socioambientais).
AtuaçãoSão cerca de 200 empreendimentos rurais criados e mais de 1.000 jovens em situação de vulnerabilidade apoiados. A organização beneficiou diretamente 3 mil agricultores, ao implantar estratégias de convivência sustentável com o Semiárido. No total, o impacto de sua atuação chegou a mais de 5 mil pessoas de 60 comunidades, em 13 municípios no Ceará e em dois no Rio Grande do Norte. Foram conquistados 16 prêmios, como, por exemplo, os prêmios Fundo Itaú Excelência Social (Fies) e o Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM), esse último, da Organização das Nações Unidas (ONU).

Serviço: Adel lança projeto “Jovens Empreendedores e Protagonistas Rurais nas Escolas” para adolescentes de 14 a 17 anos
Informações: (85) 99217.2864 / www.adel.org.br

Nenhum comentário:

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.

Tecnologia do Blogger.