CAIXA Cultural Fortaleza: programação de março - Mês da Mulher e do Maracatu


Durante o mês, o público também vai poder participar de oficinas e cursos voltados para arte e educação, além de um encontro totalmente dedicado para os bebês

Foto: Caique Cunha 


Março, mês da mulher, é marcado pela força, pelo diálogo e, principalmente, pela resistência. Trata-se do momento de fortalecer o respeito, em meio à intolerância, de reconhecer o protagonismo feminino em vários setores sociais, além de estimular políticas públicas que garantam sua igualdade de direitos. E é justamente por isso que CAIXA Cultural Fortaleza apresenta nesse período uma programação cultural especial com uma série de oficinas e cursos dedicados à compreensão da importância de se discutir os significados sobre o Dia Internacional da Mulher.

De 02 a 04 e 09 a 11 de março de 2018, por exemplo, o público vai ter a chance de conferir o espetáculo BR-TRANS, que, de forma poética e sem deixar de recorrer ao humor, conta histórias de superação vividas por travestis e transexuais. Idealizado pelo ator Silvero Pereira, a peça tem como interesse temático o universo de travestis, transexuais e artistas transformistas brasileiros.

A montagem é resultante de um processo de pesquisa cênica desenvolvida através do Edital Interações Estéticas 2012 (FUNARTE/MINC), em residência no SOMOS Pontão de Cultura LGBT (POA/RS), que teve como perspectiva o teatro enquanto instrumento capaz de entreter, promover discussão e fomentar a transformação social através da arte.

De 16 a 18 de março de 2018, a CAIXA Cultural Fortaleza apresenta o show da turnê de encerramento do disco “Tô na Vida”, da cantora Ana Cañas. Considerado pela crítica especializada o melhor disco de sua carreira, nesse quarto trabalho, lançado em 2015, Ana apresenta uma verve mais rockeira. Ela é conhecida pela voz potente e por suas interpretações viscerais, carregadas de emoção. Em dez anos de carreira, traz na bagagem parcerias com Arnaldo Antunes, Dadi Carvalho e Nando Reis, entre outros.

Entre as novidades para a série de shows pela CAIXA Cultural Fortaleza estão versões para “Tigresa” (música que Ana cantou uma única vez, a convite do Prêmio Multishow em 2015 - considerado o ponto alto da noite), “Eu Amo Você” (clássico de Tim Maia) e “Velha Roupa Colorida”, de Belchior. Ana Cañas também apresenta uma música inédita, que integrará o repertório do disco novo, previsto para o segundo semestre de 2018.

De 21 a 25 de março acontece a mostra Devi: Mulher em Cena, que faz um recorte na mais extensa cinematografia mundial, a indiana, focando a mulher como a grande protagonista. Serão exibidos 10 (dez) filmes, que tratam do papel da mulher na Índia, revelando as diferentes facetas dentro de uma sociedade complexa e diversa, que caminha entre tradições milenares e estilo de vida moderno e global. 

A mostra ainda inclui atividades ao longo dos cinco dias de exibições. Na quarta-feira (21/03), dia da abertura, às 19h, haverá uma apresentação de dança indianaBharatanatyam, que é um estilo do sul da Índia, apresentado por Erëndira Oliveira, dançarina da escola Natyalaya, de São Paulo. A CAIXA Cultural Fortaleza será palco também de mais duas atividades gratuitas: no dia 22/03 (quinta-feira), às 14h, tem sessão especial para uma turma de alunos da rede pública de ensino da cidade e no dia 23/03, às 15h, o público com deficiência auditiva poderá assistir a uma sessão de cinema especial com legendagem LSE. Já no sábado, dia 24/03, às 19h, a programação conta com debate, cuja entrada também é gratuita, com a curadora da mostra, Carina Bini, e convidados, que falarão sobre o tema: “O olhar da mulher no cinema e sociedade do século XXI”.

Além disso, entre os dias 06 e 10 de março, por exemplo, acontece o Laboratório de Escrita Criativa para Mulheres (Cis e Trans), momento em que o cotidiano de cada participante vai somar ao grupo para, juntas, buscarem formas de expressar o próprio contexto social e cultural em que vivem. O objetivo do encontro, que integra a programação do programa educativo Gente Arteira e é mediado por Nina Rizzi, historiadora, professora, poeta, tradutora, editora e uma das articuladoras do Sarau da B1/Cj. São Cristóvão, Jangurussu, é ler e ouvir as vozes dessas mulheres, culminando em um acervo biográfico e literário que será construído coletivamente.

Arte e educação

Março também é o mês do Maracatu, que atualmente é considerado um Patrimônio Imaterial de Fortaleza. Com base nisso, a CAIXA Cultural Fortaleza, através do Gente Arteira, também incluiu na sua programação o Encontro com Educadores Maracatu em Movimento, que acontece no dia 17 de março, das 10h às 19h. A ideia é discutir com professores de escolas públicas, particulares e projetos sociais sobre a História do Maracatu e seu contexto atual na cidade. Os participantes vão poder conhecer ainda a História do Maracatu no Ceará, suas estruturas, diferenciações de outros estados e como se encontra o Movimento nos dias de hoje.

O encontro vai contar com a mediação de Marcos Gomes, diretor do grupo Maracatu Az de Ouro e Diretor de Cultura da Federação de Bairro e Favelas de Fortaleza. Para participar, os interessados devem se inscrever entre os dias 13 e 15 de março. Classificação: a partir de 18 anos. Vagas: 30, por ordem de inscrição.

Para aqueles que desejam se aprofundar ainda mais no assunto, a CAIXA Cultural Fortaleza também vai promover, de 27 a 31 de março, das 16h às 20h, o curso Do Folclore ao Patrimônio Imaterial: itinerários, atores e instituições, que propõe um diálogo sobre as ressignificações na História do Patrimônio Imaterial, a partir do Maracatu e dos Tesouros Vivos da Cultura como estudos de caso. As inscrições vão estar abertas  de 20 a 22 de março. Classificação: a partir de 18 anos. Vagas: 30, por ordem de inscrição. 

A oficina vai ser ministrada por Patrícia Alcântara e Renato Freire, ambos integrantes do Grupo de Estudos e Pesquisa em Patrimônio e Memória GEPPM, ligado ao departamento de História da Universidade Federal do Ceará (UFC). Ela, que é Doutora em História pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), exerceu a função de historiadora da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico em Pernambuco - FUNDARPE (2010 - 2012). Já Renato é Doutorando em História pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e trabalhou em instituições culturais como o Museu da Cultura Cearense (MCC).

Arte, criatividade e afeto

Integrando a programação e partindo para outras temáticas no campo das artes, a CAIXA Cultural Fortaleza recebe, nos dias 24 e 25 de março, das 14h às 18h, a oficinaExperimentações Multissensoriais com Bebês, que visa estimular as possibilidades de desenvolvimento tanto da criança quanto do adulto cuidador a partir de percepções táteis, olfativas, visuais, auditivas. Essa interação possibilita o adulto compreender com maior clareza seu papel no processo de aprendizagem, além de fortalecer as relações entre as crianças e seus cuidadores, estimulando o contato precoce com a arte e os espaços de arte.

A facilitadora desse lúdico e afetuoso encontro é Cris Soares, que coordena a Ação Educativa do Museu de Arte Contemporânea do Ceará desde 2013. É artista visual, pós-graduanda em Gestão e Políticas Culturais pelo Itaú Cultural e Universidade de Girona. Os interessados devem se inscrever entre os dias 20 e 22 de março. Classificação: de 6 meses a 2 anos, acompanhados pelo cuidador. Vagas: 10, por ordem de inscrição.

Além disso, para grupos agendados, o programa educativo Gente Arteira também conta com visitação mediada e oficinas que dialogam com a exposição 2º Mostra Bienal CAIXA de Novos Artistas, pensadas didaticamente para diferentes grupos e faixas etárias. Dentre as atividades estão a construção de bonecos (Papietagem), produção de trabalhos artísticos com texturas (Criando com Texturas), criação de postais (Memorabilia) e de desenho (Ilustração Infantil).

Escolas, públicas e particulares, grupos e organizações sociais que tiverem interesse em agendar uma visita à CAIXA Cultural Fortaleza podem entrar em contato pelo telefone (85) 3453.2780 ou pelo e-mail gentearteira.ce@caixa.gov.br.

Serviço: Programa Educativo Gente Arteira – atividades para março de 2018

Curso: Laboratório de Escrita Criativa para Mulheres (Cis e Trans)
Data: 06 a 10 de março
Horário: 06 a 09 de março, das 17h às 20h, e 10/03, das 10h às 19h
Inscrição: 28 de fevereiro a 02 de março
Classificação: mulheres a partir de 18 anos
Capacidade: 25 pessoas

Encontro com Educadores: Maracatu em Movimento
Data: 17 de março
Horário: 10h às 19h
Inscrição: 13 a 15 de março
Classificação: a partir de 18 anos
Capacidade: 30 pessoas

Curso: Do Folclore ao Patrimônio Imaterial: itinerários, atores e instituições
Data: 27 a 31 de março
Horário: 16h às 20h
Inscrição: 20 a 22 de março
Classificação: a partir de 18 anos
Capacidade: 30 pessoas

Oficina: Experimentações Multissensoriais com Bebês
Data: 24 e 25 de março
Horário: 14h às 18h
Inscrição: 20 a 22 de março
Classificação: a partir de 18 anos
Capacidade: 30 pessoas



Serviço: Programação Cultural – CAIXA Cultural Fortaleza

Teatro: BR-Trans
Local: CAIXA Cultural Fortaleza
Data: de 02 a 04 e 09 a 11 de março de 2018
Horários: sextas e sábados, às 20h | domingos, às 19h
Duração: 70 minutos
Classificação indicativa: 14 anos
Ingressos: R$ 10,00, inteira, e R$ 5,00, meia
Vendas a partir do dia 01 de março, para as sessões entre os dias de 02 e 04, e dia 8 de março, para as sessões de 09 a 11, das 10h às 20h, na bilheteria do local
Acesso para pessoas com deficiência e assentos especiais
Serviço de manobrista gratuito no local 
Paraciclo disponível no pátio interno

Música: Ana Cañas
Local: CAIXA Cultural Fortaleza
Data: 16 a 18 de março de 2018
Horários: sexta, às 20h | sábado, às 20h | domingo, às 19h
Duração: 75 minutos
Classificação indicativa: Livre
Ingressos: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia)
Vendas a partir do dia 15/03, das 10h às 20h, na bilheteria do local 
Acesso para pessoas com deficiência e assentos especiais
Serviço de manobrista gratuito no local 
Paraciclo disponível no pátio interno

Cinema: Mostra Devi: Mulher em Cena
Local: CAIXA Cultural Fortaleza
Data: de 21 a 25 de março de 2018
Ingressos: Abertura gratuita. Demais sessões: R$2,00 (meia) e R$ 4,00 (inteira).
Vendas com 1h de antecedência na bilheteria do local, sujeito à lotação do teatro
Horários e classificação Indicativa: Consultar programação na página da mostra no Facebook: www.facebook.com/mostracinemaindiano.
Acesso para pessoas com deficiência
Acesso para pessoas com deficiência e assentos especiais
Serviço de manobrista gratuito no local
Paraciclo disponível no pátio interno

Informações gerais | Bilheteria da CAIXA Cultural Fortaleza: (85) 3453-2770

Nenhum comentário:

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.

Tecnologia do Blogger.