terça-feira, 17 de abril de 2018

Conta de energia mais alta no valor. Aneel aprova reajuste médio de 3,8% em tarifa de clientes residenciais da Enel Distribuição Ceará

 A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou hoje (17) o reajuste tarifário anual da Enel Distribuição Ceará. As tarifas serão reajustadas, em média, em 4,96% para todos os clientes da distribuidora e passarão a valer a partir do próximo domingo (22).  

Para os consumidores de baixa tensão, em sua maioria clientes residenciais, haverá um reajuste, em média, de 3,8%. Já para os clientes de média e alta tensão, o reajuste será, em média, de 7,96%. O reajuste percebido para os clientes de alta tensão ficou maior devido ao encargo de CDE (Conta de Desenvolvimento Energético) e do custo de transmissão, que possuem pesos maiores na tarifa destes clientes.

Segundo José Alves, diretor de Regulação da Enel no Brasil, “os principais fatores que impactaram a tarifa desse ano foram: o custo de transmissão, os encargos setoriais e o custo com a compra de energia. Já a parcela da distribuidora teve um impacto de -1,11% no reajuste, contribuindo na diminuição da tarifa.”

O valor da tarifa residencial evoluiu nos últimos 10 anos abaixo da variação do IGP-M e do IPCA do mesmo período, conforme gráfico a seguir, apresentando uma redução de mais de 20% nos últimos 10 anos.



Composição da tarifa

Somente 21,6% da conta de luz se destina ao serviço de distribuição de energia operado pela Enel Distribuição Ceará. Ou seja, numa conta de luz no valor de R$ 100, apenas R$ 21,6 são destinados à distribuidora, para operação, expansão e manutenção da rede de energia elétrica. Veja abaixo como ficou a composição da conta de energia após aprovação do reajuste tarifário divulgado hoje:


Investimentos

A distribuidora ressalta que seus índices de desempenho têm sido reconhecidos pelos clientes e pelo mercado ao longo dos últimos anos e que a qualidade do fornecimento de energia continuará sendo prioridade. No ano passado, a Enel investiu R$ 716,40 milhões no Ceará, um aumento de 33,6% em relação ao ano anterior. A maioria dos investimentos foi destinado para conexão de novos clientes e para modernização e digitalização da rede de distribuição. Em 2017, a companhia foi reconhecida também como uma das três melhores distribuidoras do Brasil, através de pesquisas realizadas com os clientes pela Abradee (Associação Brasileira das Distribuidoras de Energia Elétrica) e é destaque anualmente no Ranking de Qualidade do Serviço da Aneel.

0 comentários:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.