terça-feira, 17 de abril de 2018

Show de lançamento do disco e do songbook "Tributo a Rodrigo Gondim" acontece nesta quinta, 19/4, no TJA

Show no Theatro José de Alencar, às 20h, também marcará lançamento de songbook com a obra do guitarrista e compositor cearense, falecido há 10 anos. A apresentação reunirá grandes nomes da música do Ceará, como Adriano Azevedo, André Benedecti, Arthur Cavalcanti, Bob Mesquita, Cláudio Arroz, Heriberto Porto, Hermano Faltz, Iury Batista, Jeová Pinheiro, Lucas Marden, Luis Hermano Bezerra, Luis Miguel Caldas, Marcelo Holanda, Marcos Maia, Pericles Gomes, Ricardo Abreu, Rômulo Santiago, Stênio Gonçalves, Thiago Fechine

Um grande show coletivo, reunindo mais de 20 músicos, para relembrar, com o lançamento de um disco e um "songbook", a vida e a obra de um guitarrista e compositor cearense que se despediu há 10 anos. Assim é o espetáculo "Tributo a Rodrigo Gondim", que acontece quinta-feira, 19/4, às 20h, no palco principal do TJA, como um convite para celebrar a trajetória do jovem artista, que se despediu precocemente, após conquistar aplausos para seu trabalho como guitarrista de jazz e como integrante do grupo O Sonso, ao lado do hoje aclamado compositor da nova geração cearense Daniel Groove.

Rodrigo Gondim estudou Música na Universidade Estadual do Ceará (Uece), conquistando um sem-número de amigos, tanto entre os colegas quanto em meio aos professores. Estes logo tiveram sua atenção chamada pelo talento, pela organização, pela disciplina e pela musicalidade do jovem guitarrista, que também passara pela banda de heavy metal Dreamatory e pelo grupo Double Blues, com quem viria a tocar no Festival Jazz & Blues em Guaramiranga, ao lado de amigos como o baterista Marcelo Holanda e o guitarrista Felipe Cazaux. Com ele também integraria, juntamente com o professor, violonista e guitarrista Marcos Maia e com o baixista Tiago Fechine, o grupo Jazzen, tocando na noite de Fortaleza.

Como integrante do O Sonso, Rodrigo Gondim, ao lado de sua esposa, a tecladista Julianne Frenkiel, e de amigos como o citado Daniel Groove e Daniel ajudante, tocou para grandes plateias, em festivais como o Ceará Music e em espaços como o Anfiteatro do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, e recebeu muitos elogios pelo clipe da música "E assim ficou", o hit da banda, exibido frequentemente em emissoras de TV do Ceará.

Em paralelo ao universo mais rock/pop (assim, nesta ordem) da banda, Rodrigo se tornou um grande instrumentista de jazz, colocando em prática a liberdade musical que aprendera escutando os grandes nomes da música afroamericana, como o guitarrista Kurt Rosewinkel, e tocando com os mestres do instrumental cearense.

"Ritornelo": o show no TJA, o novo disco e o songbook
São esses grandes músicos, de ascendência jazzística, somados a integrantes de gerações mais recentes da cena jazz do Ceará, que se reuniram no início deste ano em Fortaleza. Unidos pelo propósito de prestar uma homenagem a Rodrigo Gondim, neste mês de abril de 2018 que marca os 10 anos desde a despedida do jovem guitarrista cearense que, após contrair dengue em uma viagem a São Paulo, faleceu subitamente, em Fortaleza, chocando toda a cidade e deixando consternados todos os integrantes da grande família da música.

Em tempo recorde, com a articulação decisiva de Julianne Frenkiel, hoje proprietária da escola de música Musiqueira, e do saxofonista e flautista Bob Mesquita, foram mobilizados mais de duas dezenas de músicos, além de designer, fotógrafo, engenheiro de som, familiares, amigos e outros que se entusiasmaram com o projeto de uma dupla homenagem a Rodrigo Gondim: com um disco que registrasse composições de Rodrigo, interpretadas em novas gravações produzidas ao vivo no estúdio, ao melhor estilo jazzy, e com um show no mais nobre palco da cultura cearense: o Theatro José de Alencar.

Assim nasceu "Ritornelo", disco batizado desse modo pelo designer - e também músico - Caio Castelo, que não chegou a conviver com Rodrigo Gondim, mas se emocionou ao propor o nome do disco e conceber todo o projeto gráfico do álbum, bem como o do songbook, livro de partituras que ajudará a levar a cada vez mais músicos as composições de Gondim.

Lembranças, músicas e muita emoção
Julianne Frenkiel, Bob Mesquita e outros músicos que conviveram com Rodrigo Gondim e colaboraram para essa homenagem são unidos também pela emoção, ao falar sobre o eterno companheiro.

"A emoção é muito, muito forte. Além de deixar uma linda obra musical, de ter tocado com muita gente em Fortaleza, de ter se despedido quando estava começando a ampliar sua música para São Paulo, Rodrigo conquistou muitos amigos. Todos falam dele com o verbo no presente e com o mesmo carinho, amizade, reconhecimento pela pessoa maravilhosa que foi e pela gentileza que sempre teve com todos", destaca Julianne.

"Amigo, colega, músico, professor, compositor, arranjador, improvisador, guitarrista, em tudo ele foi notável e de forma natural. E teve uma esposa e filha maravilhosas!", ressalta o violonista Marcos Maia. "Sempre que ele me vem à memória essa frase soa em meu pensamento: músicos são anjos na Terra e anjos são músicos no Céu... Serei sempre eternamente grato por nossa amizade e por sua música, amigo!".

"Era impressionante como ele evoluía nos estudos da sua guitarra e de suas composições", recorda Marcelo Holanda, colega de O Sonso e Double Blues. "Ensaiávamos,  fazíamos composições e arranjávamos na casa dos meus pais", rememora. "Além de tocar em vários grupos e de gravar um disco, Rodrigo tinha milhões de alunos", destaca, lembrando outra importante faceta do trabalho de Gondim. "Era simplesmente uma máquina de compor, de tocar guitarra e de estudar. Parecia saber das suas horas contadas aqui no nosso planeta. Sempre muito ansioso! Queria as coisas pra ontem! Foi e é um grande amigo pra mim. Me ensinou muito mesmo!".

Participantes do show
O disco "Ritornelo - Tributo a Rodrigo Gondim" será lançado no show de quinta-feira, 19/4, no Theatro José de Alencar, incluindo 10 faixas, todas compostas por Rodrigo, gravadas em apenas dois dias, em março de 2018, no estúdio Som do Mar, do engenheiro de som e multiinstrumentista Anfrísio Rocha, na Praia de Iracema, em Fortaleza. Músicas como "Baião tropical", "Valsa para Luiza" (homenagem à filha de Rodrigo e Julianne), "Dedé", "Latin No.1 e "Latin No. 2", "Rumba paulistana" (parceria com Felipe Cazaux) e "Suite do chão rachado".

O show contará com nada menos que 20 músicos convidados, recriando no palco do TJA todas as músicas do disco, com diferentes formações, de acordo com as características de cada faixa. Integram o time os bateristas Adriano Azevedo, André Benedecti, Marcelo Holanda e Péricles Gomes; os guitarristas Hermano Faltz, Marcos Maia e Stênio Gonçalves, os contrabaixistas Iury Batista, Luis Hermano Bezerra, Luiz Miguel Caldas e Thiago Fechine, os saxofonistas Arthur Cavalcanti, Bob Mesquita e Lucas Marden, o flautista Heriberto Porto, o trombonista Rômulo Santiago e os trompetistas Claudio Arroz, Jeová Pinheiro e Ricardo Abreu.
SERVIÇO:

Show de lançamento do disco e do songbook "Ritornelo - Tributo a Rodrigo Gondim". Quinta-feira, 19/4, às 20h, no Theatro José de Alencar. Ingressos: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia). O CD estará à venda no local por R$ 15,00. Também estará à venda o songbook Rodrigo Gondim.

0 comentários:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.