#audioinclui

sexta-feira, 27 de setembro de 2019

*Advogado da OAB-CE solicita criação de núcleo para avaliar idoneidade de futuros membros da Ordem*



O Presidente da Comissão Especial de Ética na Política e de Combate à Corrupção Eleitoral (CEPCCE), Rafael Mota Reis, solicitou ao Presidente da OAB Ceará, Erinaldo Dantas, a criação/regulamentação de uma Comissão Especial/Núcleo de análise de idoneidade moral dos aspirantes à inscrição nos quadros da advocacia Alencarina, em decorrência do caso do advogado Alaor Patrício Júnior, preso porque estaria passando informações ligadas ao crime organizado para dentro de instituição presidiária. A solicitação foi feita na quinta-feira, dia 26 de setembro, na sede da Seccional.
A ideia principal da criação do núcleo é dotar a OAB de mecanismos que possam dar mais efetividade ao art. 8º, inciso VI, da Lei Federal 8.906/94, que estabelece idoneidade moral, prestar compromisso perante o conselho e não exercer atividade incompatível com a advocacia. Rafael Mota Reis informa que “Hoje, com as facilidades que a internet nos traz, principalmente através das redes sociais, é muito mais simples de se conseguir analisar, ainda que superficialmente, a vida pregressa do pretenso advogado”, pontua.
O Presidente da OAB-CE, Erinaldo Dantas, informou que levará a pauta para a Sessão do Conselho, com o intuito de discutir a proposta. “Ótima iniciativa do advogado Rafael Mota Reis, vamos discutir e fazer de tudo para que levemos mais dignidade e respaldo para a nossa profissão, classe”.

0 comentários:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.