Pular para o conteúdo principal

Estácio do Ceará promove 7ª Semana de Sustentabilidade e Responsabilidade Social

Os estudantes e docentes realizarão atividades gratuitas para toda a comunidade

Com objetivo de impactar e conscientizar seus mais de 550 mil alunos e 13 mil colaboradores, a Estácio realizará a 7ª Semana de Sustentabilidade e Responsabilidade Social. A iniciativa acontecerá nas mais de 90 unidades e em diversos polos de EaD da instituição em todo o País. O evento visa incentivar instituições de ensino superior a criarem ações nas três dimensões da Sustentabilidade: social, econômica e ambiental.
Em Fortaleza, os alunos e colaboradores da instituição realizarão uma série de atividades gratuitas para toda a comunidade nesta quarta-feira, 25, no CUCA do Mondubim. Entre as ações estão: Roda de Conversa com o tema “Prevenção ao Suicídio”; “Sustentabilidade x Nutrição”; com aproveitamento integral dos alimentos; Oficina de autopalpação das mamas para prevenção primária e secundária do câncer e entre outros.
“Somos uma grande instituição de ensino superior com a missão de Educar para Transformar. Por isso, fazemos questão de engajar nossos alunos e colaboradores em ações e temas tão relevantes”, comenta Cláudia Romano, vice-presidente de Relações Institucionais e Sustentabilidade e vice-reitora de Cultura da Estácio.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…