Pular para o conteúdo principal

Oportunidade - Rede Ebserh abre concurso público com 1.660 vagas em todo o país


As inscrições podem ser realizadas até o dia 10 de dezembro
Brasília (DF) – Estão abertas as inscrições para o concurso nacional da Rede Ebserh, que oferece 1.660 vagas para 39 unidades hospitalares distribuídas nas cinco regiões do país, além da sede da instituição.
Além das vagas destinadas para médicos, o edital nº 03/2019 prevê 998 vagas para a área Assistencial, sendo 111 delas, destinadas às pessoas com deficiência. As vagas estão distribuídas entre 37 unidades da Rede Ebserh, com remuneração de até R$ 10.350,46. Dentre as áreas ofertadas estão: Assistente Social, Enfermeiro, Engenheiro Mecânico e Eletricista, Farmacêutico, Fonoaudiólogo, Nutricionista, Técnico em Radiologia, Enfermagem, Saúde Bucal ou Técnico em Citopatologia, Cirurgião Dentista etc.
Para a área Administrativa, o edital nº 04/2019 prevê 129 vagas, sendo 23 delas destinadas às pessoas com deficiência. As vagas estão distribuídas entre 37 unidades da Rede Ebserh, com remuneração de até R$ 10.350,46. Dentre as áreas ofertadas estão: Assistente Administrativo, Técnico em Contabilidade ou Segurança do Trabalho, Advogado, Jornalista e Analista Administrativo – Qualquer Nível Superior, entre outras áreas.
Os editais foram publicados no Diário Oficial da União (DOU), no site do IBFC www.ibfc.org.br (banca organizadora do concurso) e no portal da Rede Ebserh.
As inscrições podem ser realizadas até o dia 10 de dezembro exclusivamente pelo site www.ibfc.org.br. O valor de inscrição é de R$ 80,00 para os cargos de nível médio/técnico e R$ 180,00 para os cargos de nível superior das áreas administrativas e assistenciais (para as os cargos de médico, acesse edital de abertura).
Para se inscrever, o candidato deve, após o preenchimento da ficha de inscrição, imprimir o boleto bancário e pagá-lo. A inscrição só se efetiva com o pagamento.
A banca organizadora recomenda a leitura do edital na íntegra, onde o candidato encontra todas as informações sobre o concurso público, incluindo todos os cargos disponíveis, a unidade da Rede Ebserh que o candidato deseja concorrer, bem como o estado/cidade de sua preferência para realização da prova objetiva, da perícia médica (PCD) e do procedimento de heteroidentificação (Negros). Dúvidas e outras informações poderão ser esclarecidas por meio do Serviço de Atendimento ao Candidato do IBFC: (11) 4788-1430, de segunda a sexta-feira úteis, das 9 horas às 17 horas (observado horário de Brasília – DF).
Sobre a Ebserh
Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.
Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas.
Devido a essa natureza educacional, a os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde. Com isso, a Rede de Hospitais Universitários Federais atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…