Pular para o conteúdo principal

*Justiça Para Quem? Videorreportagem do SindJustiça é lançada para denunciar desmonte da justiça cearense*


*_Reportagem foi gravada em Barroquinha e mostra estado de degradação do prédio da Comarca, além de depoimentos da população sobre dificuldades de acesso à justiça_*

O Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Estado do Ceará (SindJustiça Ceará) lançou, na sua sede, nesta sexta-feira (29/11), a primeira parte da videorreportagem “Justiça Para Quem? ”, que denuncia a dificuldade de acesso à justiça em diversos municípios do Estado do Ceará como consequência da Lei Estadual Nº 16397/2017.
A primeira parte do documentário foi gravada no município de Barroquinha e colheu depoimentos de moradores, de advogado local, do Procurador do Município, Rildo Veras e do Prefeito Professor Ademar (PTB). Por conta da lei, a comarca local foi vinculada a do município de Chaval.
O material será lançando no momento em que tramita na Assembleia Legislativa do Ceará (ALCE) uma nova proposta de reforma que pode vincular Comarcas de outros munícipios, prejudicando ainda mais o acesso à justiça no Ceará.
A intenção do sindicato é fornecer à imprensa cearense elementos para a elaboração de reportagens e matérias que denunciem o desmonte que está ocorrendo, dando, dessa forma, voz a população de municípios de baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), como é o caso de Barroquinha.
O Deputado Estadual Renato Roseno (Psol/Ce) foi convidado para assistir o lançamento e o SindJustiça pretende levar a denúncia a mais deputados nas próximas semanas.
A segunda parte da reportagem já está em produção e deve cobrir municípios no outro extremo do estado.
Na mesma ocasião do lançamento, os servidores do sistema judiciário discutiram um estudo técnico do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJCE) que propõe a extinção de 88 do total de 134 cargos vagos no Poder Judiciário cearense e a campanha salarial 2020.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Obituário - Esposa do dono da Betânia morre vítima de Covid- 19

Faleceu agora a pouco, vítima da Covid-19, a Sra. Gladia Girão, esposa do empresário Luiz Girão, dono da Lacticínios Betânia.

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça

A 8ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza deferiu a favor da PH Empreendimentos, empresa do Sr. Paulo Henrique Martins, o pedido que proíbe a transferência e a alienação dos terrenos que formam o imóvel localizado na Avenida Dom Luís (entre as ruas Coronel Jucá e Professor Dias da Rocha) onde antes funcionava o Shopping Dom Luís. 
​Através de contrato com a Construtora Manhattan, o imóvel foi transferido e o pagamento, que deveria começar em 2014, não ocorreu. A Construtora também descumpriu diversas obrigações neste período. Embora a situação tenha rendido dissabores ao Sr. Paulo desde então, tentou-se buscar o bom senso da Construtora ao longo destes anos, sem sucesso. Em janeiro deste ano, foi iniciado o processo judicial cujo número é 0102164-08.2017.8.06.0001. 
Com a decisão da juíza Dra. Ana Kayrena da Silva Freitas, por meio do ofício 147/2017, o imóvel fica intransferível e inalienável como garantia de Justiça até que o processo seja julgado, haja vista que a Construtora, coligada…