Banco de Leite do Hospital Regional Norte necessita de doações


O Banco de Leite Humano (BLH) do Hospital Regional Norte (HRN), do Governo do Ceará, administrado pelo Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH) necessita de doações de leite materno. Devido à pandemia do novo coronavírus, causador da doença COVID-19, o BLH contabilizou um déficit no estoque ao longo do mês de março. Para atender os bebês da Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (Utin) e Unidade de Cuidados Intermediários (Ucinca) o BLH tem uma necessidade mensal de 40l de leite. A doação vinha alcançando cerca de 16l a 18l por mês e, em março,  diminuiu em média de 6l as doações.
A doação de leite humano é segura para o bebê, desde que a mãe esteja bem de saúde. A equipe do BLH toma todas as medidas necessárias de higienização para fazer a visita domiciliar com segurança para a doadora. Para isso, destinou uma equipe exclusiva para a coleta, diferente da  que faz atendimento aos pacientes internados. Além disso, antes de ser distribuído aos bebês, o leite passa por um rigoroso processo de qualidade.
"Neste tempo de pandemia em que vivemos um espírito de solidariedade, queremos pedir a todas as mamães que estão em casa e que estão amamentando que façam essa doação que irá salvar muitas vidas", ressalta a coordenação do Banco de Leite Humano do HRN, Samara de Andrade. 
Pode ser doadora toda mulher que amamenta. Para doar, basta estar saudável, não fumar, não usar álcool ou drogas e não tomar medicamentos que interfiram na amamentação. Também não existe uma quantidade mínima para fazer a doação.
Para que a doação aconteça é necessário que a mulher que amamenta deseje doar de livre e espontânea vontade e faça um cadastro de doadora de leite humano no Banco de Leite do HRN. Na triagem de doadora, é preciso apresentar documento de identificação com foto, a caderneta de gestante com resultados de exames ou passar por testes na triagem.
Alimento completo
O leite materno é um alimento completo e importante para todos os bebês. Para os prematuros e as crianças que estão internadas, o alimento é imprescindível para recuperação em menor tempo. “Doar leite materno é um gesto que salva vidas. Qualquer quantidade é importante”, ressalta Samara Andrade.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Terreno na Dom Luís é bloqueado pela justiça