Prefeitura de Fortaleza doou mais de 4.700 mudas nos meses de janeiro e fevereiro desse ano


As plantas ornamentais, com 2.868 doações, são as mais procuradas.

A Prefeitura de Fortaleza, por meio do Horto Florestal Municipal Falconete Fialho, doou 4.711 mudas nos meses de janeiro e fevereiro deste ano. Somente no mês de fevereiro foram 2.600 mudas, um aumento de 25% em relação ao mês de janeiro. Dentre essas doações, 2.868 foram de espécies ornamentais, 606 de frutíferas, 661 de medicinais, 373 de nativas e 203 de palmeiras.

Com a doação de mudas, quem ganha é a cidade que fica cada vez mais verde. "Ainda estamos no começo do ano de 2018. E podemos ver que a população tem aceitado nosso convite de vir conhecer o Horto e levar sua muda, e esse apoio é muito importante porque estende a nossa ideia de ampliar a cobertura vegetal de Fortaleza”, comenta Wesley Nascimento, engenheiro agrônomo, gerente do núcleo do Horto Municipal.

Entre as mudas mais procuradas estão as espécies ornamentais, utilizadas para ornamentar jardins e interiores, como o mini lacre, jasmim branco, tumbérgia azul. Os interessados em retirar até cinco mudas devem se dirigir ao Horto Municipal munidos de documento de identidade e escolher as espécies disponíveis.

Para retirar mais de cinco mudas, o munícipe deve entrar em contato com a Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) pelo número 3452-6910. Após avaliação do pedido, as mudas são doadas. 
O horário de atendimento do Horto Municipal é de terça a sexta-feira das 9h às 12 horas para doação de mudas. Para visitação, o horário se estende até as 16h nos mesmos dias.
Localizado no Parque Ecológico do Passaré, na Avenida dos Paroáras, 100, e administrado pela Autarquia de Urbanismo e Paisagismo de Fortaleza (UrbFor), fundado em 1965 em uma área de aproximadamente 8,6 hectares o Horto é responsável por produzir, cultivar e fornecer as plantas que compõem o paisagismo das ruas, avenidas e equipamentos públicos da capital. No extenso viveiro do Horto, dezenas de espécies se misturam, formando um cenário verde dos mais variados tons.

Uma doação especial

As plantas podem trazer um significado muito além de um cultivo. É o caso de Levi Amorim, 37, arquiteto. No dia 14 de dezembro de 2017, seu pai Francisco Janari de Sousa veio a falecer. Então, o corpo de Janari foi cremado e suas cinzas usadas para germinar o angico branco em Amontada, seu município natal. “A sugestão do angico branco foi da funerária que afirmou ser uma árvore resistente ao clima do sertão. No dia 14 de janeiro foi realizado o plantio das sementes que acabaram não germinando”, lamenta o filho.

Mas a luta de Levi para homenagear seus familiares não parou por aí. No dia 8 de março, para homenagear sua mãe, natural de Juazeiro do Norte, ele veio procurar o setor de doações do Horto Municipal atrás do juazeiro, árvore que se adapta bem a climas quentes. O Horto, dias depois, doou três mudas de juazeiro para Levi que realizou seu desejo.

“Outros parentes da família de meu pai preferiram outras plantas, mas os engenheiros do Horto me indicaram a plantar o juazeiro que é uma espécie boa para se adaptar à seca. Assim que começar a crescer, a intenção é reunir toda a família debaixo da árvore. Esta plantação representa o renascimento, uma extensão da vida”, comenta Levi.

O superintendente da UrbFor, Regis Tavares, ressalta que a doação de mudas, junto com outras ações desempenhadas pela UrbFor, colabora para deixar a cidade cada vez mais verde. “Estamos muito felizes em poder proporcionar ao Levi essa homenagem. A Prefeitura tem incentivado o plantio no município e a produção de mudas no Horto Florestal Municipal tem sido muito importante nesse processo,” finaliza Regis.

Serviço:

Contato: (85) 3105-2003
Horário de funcionamento: terça a sexta, de 9 às 16h. As doações de mudas ocorrem nos mesmos dias, de 9 às 12h.

Nenhum comentário:

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.

Tecnologia do Blogger.