segunda-feira, 5 de novembro de 2018

MPCE deflagra Operação “Olavo Doce” no IPPOO II para coibir a prática de crimes no sistema penitenciário

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio do Núcleo de Investigação Criminal (NUINC) e das Promotorias de Justiça de Execução Penal e Corregedoria de Presídios, deflagrou, na quinta-feira (01/11), a Operação “Olavo Doce” na Unidade Penitenciária Instituto Penal Professor Olavo Oliveira II (IPPOO II), em Itaitinga, com o objetivo de combater a continuidade de práticas ilícitas dentro das unidades carcerárias, em especial, por facções criminosas.
A inspeção extraordinária revistou todas as 116 celas em 12 alas e foram encontrados diversos documentos relacionados à contabilidade de facções e aos crimes de tráfico de drogas e estelionato. Também foram apreendidos 174 aparelhos de telefonia móvel, entre os quais dois mini-celulares, além de drogas.
A operação contou com o apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECO), da Polícia Militar do Estado do Ceará, representada pelo Batalhão de Choque, e da Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus), por intermédio do Grupo de Apoio Penitenciário (GAP), do Núcleo de Segurança e Disciplina (NUSED), da Coordenadoria de Inteligência (COINT) e de agentes penitenciários da Unidade.

0 comentários:

Postar um comentário

Expresse aqui a sua opinião sobre essa notícia.